a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

20 de julho de 2012

A CRISTAS NA CRISTA DO EUCALIPTO

A srª Cristas, que se diz ministra e logo de uma mão-cheia de "pastas", a saber: agricultura, mar, ambiente e ordenamento do território (não havia mais?), tem a seu favor a carinha laroca em que a natureza a beneficiou, porque de governação não vê um palmo à frente do nariz, limitando-se a favorecer os lobys dos latifundiários e dos grandes grupos que controlam as pastas em que é "responsável".

A notícia que ela confirmou em que a plantação do eucalipto vai ser "liberalizada", ou seja, até agora o dito só o podia ser com autorização do ministério e das autoridades competentes, agora qualquer bichocareta à procura do lucro fácil o pode fazer sem passar cavaco a ninguém. Para além de nos terrenos em que houvesse incêndios a plantação a recolocar seria SEMPRE a mesma que existia antes. 

Agora não, um terreno que tivesse pinheiro (de lucro a longo prazo), o proprietário pode lá plantar eucalipto (de lucro quase imediato). 

Ora bem, isto leva-nos a outra situação, sendo o eucalipto a principal matéria-prima para a fabricação de pasta de papel e sendo Portugal (Portucel) um dos maiores exportadores portugueses e mundiais dessa matéria, tendo nos países nórdicos o seu principal cliente, é de esperar que o loby em causa tudo faça para alterar a lei. A srª Cristas, estando ao serviço desses lobys, tudo fez para lhes agradar, esperando até um bom emprego quando sair da política. 

"Também em Portugal esta árvore se comporta como uma espécie invasora embora nenhuma medida de erradicação tenha sido levada a cabo sobretudo devido ao valor económico da espécie. Contudo, dado que o eucalipto consegues absorver grandes quantidades de água no verão, apresenta vantagem competitiva sobre as demais espécies vegetais, com consequências nefastas para a biodiversidade das florestas. Outra polémica em torno desta espécie prende-se com os fogos florestais, um flagelo recorrente em Portugal na época de verão. De facto os eucaliptos encontram-se entre as espécies que mais iniciam e propagam fogos florestais, e, simultaneamente, fazem parte das espécies mais resistentes ao fogo." in - Wikipédia     

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito boa tarde! Parabéns e felicidades para si e para o seu blog. Hoje foi o dia em que o descobri na "rede" e já o adicionei aos meus favoritos.
Relativamente a este post só queria alertá-lo para o facto de comentários a contradizer os malefícios do eucalipto, poderem surgir no seu blog. O mais grave é que é que poderão ser escritos por técnicos do agora designado ICN-B.

Melhores cumprimentos,
João Faria