a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

2 de maio de 2016

FODA-SE PARA O COLONIALISMO/FASCISMO

Este "tesourinho" colonial, ficaria bem emoldurado numa qualquer dependência, de uma qualquer casa, de um qualquer simpatizante de direita vs facho e saudoso do "antigamente" (leia-se) fascismo.
Nunca me cansarei de gritar aos quatro ventos - MORTE AO FASCISMO E A QUEM O APOIAR.

E não é que há "gente" que tem saudades deste tempo?

Puta que os paríu. 

21 de abril de 2016

E ERA TÃO FÁCIL

Quando alguém fala disto, políticos e afins, conotados com PSD, CDS e PS, cospem para para o lado e ninguém quer resolver o problema.
Portugal está carregado de gente, como diz e bem, Maria José Morgado, chegam à política tesos que nem barrotes e carregados de piolhos, quando sai-em, vão cheios de dinheiro e/ou bens que depressa os põem em nome de filhos e filhas, cunhadas e cunhados, amantes e quejandos, ou em qualquer Panamá.
Exemplos não faltam, autarcas então é um fartote.
E a "coisa" é tão fácil de resolver -
Com o sistema informático que hoje os vários serviços do estado têm, que simples que era cruzar os dados desta gente. 
Exemplo:
Político vs autarca vs empresário, mais esposa, mais filhos, mais sogros e pais. Verificar o que tinham ANTES e o que têm DEPOIS.
Se o sistema verificasse que os bens adquiridos correspondem aos rendimentos declarados, tudo bem. Se não, era só criar um tribunal especial e perguntar-lhes de onde vieram os rendimentos para.....caso se verificasse que o tipo declarou 50.000 e tem um património de 50 milhões, prisão com a/as bestas.
Para isto, era necessário criar legislação adequada. Mas os partidos (PS, PSD e CDS) não estão para aí virados.

20 de abril de 2016

BRINCAR ÀS GUERRAS

NATO e UE alertam para a possibilidade de um ataque nuclear do Estado Islâmico à Europa. In-Observador
Este tipo de notícia, em minha opinião, só serve os interesses dos terroristas e, mais grave, os interesses das empresas que fabricam e vendem armas e todo o melancial de "produtos" de "defesa" (leia-se) guerra.
Com este cagaçal todo, os governos aumentam os orçamentos militares, retirando verbas que serviriam para a saúde, a educação ou criação de emprego.
É o sistema capitalista a funcionar em toda a sua plenitude.
Nota
Por um lado dizem-nos que o tal ISIS está derrotado, por outro, vendem-nos que os tipos até querem enviar uns balázios atómicos para a Europa. Afinal em que ficamos?

13 de abril de 2016

PROMISCUIDADE, COMPADRIO. ENFIM, É O SISTEMA A FUNCIONAR

"Contratação de Maria Luís Albuquerque é compatível com funções políticas", diz relatório.
Cá para mim a MERDA continua, ou seja, protegem-se uns aos outros. Hoje safei-te a ti, amanhã safas-me a mim.
E siga a dança.

12 de abril de 2016

ESTÁ-LHES NA MASSA DO SANGUE

.....e o sistema dá uma ajudinha
O capitalismo é isto, corrupção e corruptos aos pontapés, já não chegava o tal Panamá (coisa que não vai dar em nada, pelo menos por cá), hoje foram inspectores e chefes de repartições de finanças vs patrões filhos-de-puta, amanhã serão outros e depois-de-amanhã outros mais, nunca mais vai parar. Viva o capitalismo. 
Neste país para tudo é necessário uma ou mais cunhas, quem não tem padrinhos (lá dentro) lixa-se. Merda para o país, merda para quem o governa, merda para o sistema. 
Viva o capitalismo.

9 de abril de 2016

O QUE QUER MARCELO

Ainda só leva um mês como PR, mas já começou a "mexer" os cordelinhos da sua agenda metediça, ou seja - a sua grande ambição - a formação do famigerado BLOCO-CENTRAL.
O convite a Draghi para estar presente no recente Conselho de Estado, com direito a faladura e tudo, é prova disso, estas coisas não são feitas com inocência de anjinho de altar, são muito bem pensadas e reflectidas.
Os "recados" que o "todo-poderoso" Draghi proferiu, para além da ingerência nos assuntos internos de Portugal, têm em si nas entrelinhas, frases que suscitam ultra-liberalismo puro e duro a roçar o fascisoide de braguilha.
Destaco algumas "sugestões" propostas pelo italiano:
"a alteração da Constituição e das leis eleitorais"
“a melhoria do funcionamento do mercado de trabalho (leia-se - mais despedimentos e baixos salários) continua a ser fundamental” e “um importante desafio em Portugal”
"países como Portugal e Espanha talvez pudessem ter um sistema eleitoral que facilitasse a formação de governos maioritários quando os resultados eleitorais não fossem expressivos nessa matéria"
Nas respostas aos conselheiros considerou que as Constituições dos países são, muitas vezes, obstáculos a reformas como estas.
Resumindo:
O sr. Draghi quer o regresso do "menino" Passos ou outro equiparado (por isso o frenético elogio ao seu governo) , para poder fazer as "reformas" constitucionais que interessam aos "mercados", o Povo, o Povo que se lixe.
E claro, Marcelo promoveu, Marcelo concordou, e não descansará enquanto não ver materializado o seu grande objectivo. Marcelo é um mau presidente.

7 de abril de 2016

Birgitta Jónsdóttir (Islândia)

Esta senhora é activista, escritora e poetisa, para além de ser também líder D'Movimento que despoletou a "revolução" islandesa em 2009, actualmente é deputada pelo Partido Pirata. Foi também co-produtora do vídeo publicado no Wikileaks - Collateral Murder.
Nascida em Reykjavik, a sua primeira colecção da poesia foi publicada quando ela tinha 22 anos pela maior editora da Islândia, Almenna Bókafélagið, AB books, em 1989. Birgitta organizou "Arte contra a guerra", onde um número de artistas e poetas islandeses saíram para protestar contra a guerra no Iraque. Birgitta colocou pela primeira vez uma galeria de arte islandesa online, em 1996, para a Apple Shop na Islândia. Birgitta tem participado em vários projectos internacionais relacionados com a escrita e activismo incluindo "Poetas Contra a Guerra", "O Diálogo Entre Nações por Meio da Poesia" e "Poetas pelos Direitos Humanos". Ela também editou e publicou dois livros internacionais: "The World Healing Book" e o "The Book of Hope", que contém os escritos de Lawrence Ferlinghetti, Rita Dove, Dalai Lama, o rabino Michael Lerner, John Kinsella, e Sigur Rós. Birgitta é uma fundadora da Beyond Borders Press e Radical Creations.
Segundo uma sondagem de ontem, o Partido Pirata seria o mais votado e por consequência Birgitta Jónsdóttir seria primeira ministra.
Segue o link 
http://this.is/birgitta/

25 de março de 2016

É PRECISO DENUNCIAR

Sexta-feira passada deu uma reportagem na RTP (já não me recordo o canal) na zona de S.Teotónio onde existem várias estufas de frutos vermelhos, muito na moda actualmente. Às tantas um "patrão" sai-se com a normal frase pró-fascista - "recorremos a estrangeiros porque os portugueses não querem trabalhar", mas justificou-a com uma ainda mais grave - "é que os portugueses querem gozar feriados e fins-de-semana e os estrangeiros não, trabalham todos os dias". Deixo uma pergunta: onde estão as "autoridades" fiscalizadoras neste país?
A maioria destes "escravos" são originários da Tailândia e Nepal, são contratados pelos novos negreiros aos quais chegam a pagar-lhes dez mil euros por pessoa para virem para o "paraíso" europeu. Chegados cá, são logo confrontados com as "maravilhas" do capitalismo esclavagista, metidos em contendores imundos onde dormem e se alimentam, trabalhando de sol-a-sol sem folgas.

24 de março de 2016

JÁ QUE SE FALA DE TERRORISMO E TERRORISTAS

Israel
O partido Likud (direita) de Netanyahu, governa Israel coligado com a extrema-direita do partido da Independência de Uri Ariel.
Só por curiosidade, Netanyahu detém (6) seis pastas (1º ministro, ministro das comunicações, economia, negócios estrangeiros, saúde e previdência).
Mas não é disto que quero falar.
Ultimamente, tendo por consequência a guerra em Gaza (2014), surgiu um movimento ultra-nacionalista de inspiração racista e xenófoba (Im Tirtzu), chefiado por um tal Ronen Shoval que se associou a Moti Karpel líder dos colonos e um fervoroso adepto do extermínio dos palestinianos aos quais chama terroristas e toupeiras venenosas. O movimento em causa tem o total apoio de Netanyahu se bem que este não o demonstre publicamente.
Segundo o jornalista Natum Barnea, actualmente Israel compara-se à Alemanha de Weimar (1918-1933) onde o ódio imperava, com perseguições a judeus, comunistas, ciganos, pretos e a todos os que não se reviam na “nova ordem” prestes a nascer. Hoje em Israel, grupos de ultra-nacionalistas, com o Im Tirtzu à cabeça, perseguem, insultam, agridem todos os que se lhe opõem - escritores, jornalistas, artistas e principalmente militantes, simpatizantes e activistas dos direitos humanos. Israel está a tornar-se um terror.
Até as ONG’s estão a passar sobre o crivo da repressão, a ministra da justiça Ayelet Shaked militante do partido Lar-Judaico, defensora da colonização e ocupação dos territórios palestinianos, fez aprovar uma lei em que as ONG’s (de esquerda) que recebem donativos de governos estrangeiros, são obrigadas a entregar ao estado relatórios sobre a proveniência e montante de todos os donativos recebidos, as que recebem donativos de empresas privadas e/ou particulares, ONG’s (de direita) as quais contribuem para o desenvolvimento dos colonatos, a estas nada é pedido.

Entretanto, Netanyahu prepara um projecto-lei constitucional que redefine Israel como estado-nação do povo judeu de inspiração judaica, ou seja, o regime seria “democrático” mas só os judeus teriam direitos colectivos e individuais; muçulmanos, cristãos e/ou outras crenças não.
Israel prepara-se para mais uma vez fazer história, ou seja, na Europa (1933/1945) foi o holocausto do povo judeu, agora (2016 e seguintes) Israel prepara-se para fazer o seu próprio holocausto, desta vez contra todos os que lhe opõem. Sem câmaras de gás? A ver vamos.

16 de março de 2016

VERGONHA DE NÓS TODOS (2)

A imagem é de ontem e reproduz refugiados na sua maioria sírios a tentar atravessar a fronteira entre a Grécia e a Macedónia. Entretanto as "autoridades" da Macedónia recambiaram-nos novamente para a Grécia. Neste local ou próximo, morreram afogadas três pessoas, dois homens e uma mulher.
Para além de todos os adjectivos que possamos empregar para descrever este massacre genocida a que a "europa" sujeita estas pessoas, apraz-me recordar, Cantata da Paz de Sophia De Mello B. Andresen, Chico Fanhais imortalizou em canção.

A bomba de Hiroxima
Vergonha de nós todos
Reduziu a cinzas 
A carne das crianças

Eu diria
A epopeia dos refugiados
VERGONHA de nós todos
Reduziu a zero
A dignidade do ser humano

10 de março de 2016

A VERGONHA DE NÓS TODOS (1)

ANO - 2016
MÊS - MARÇO

ALGURES NUM CAMPO DE REFUGIADOS NA GRÉCIA
Enquanto o mundo (dito) civilizado se vai discutindo o sexo dos anjos, milhares de mulheres e crianças, homens velhos e novos, enfim, seres humanos, dormem nestes "condomínios" de luxo.
O homem foi à Lua (dizem-nos), está perto de chegar a Marte, inventa mil e uma trapalhadas tecnológicas para nos (será mesmo) facilitar a vida, inventa tudo e mais alguma coisa, só não tem capacidade (ou será que tem) para resolver os problemas que causou ao seu semelhante.
Somos (mesmo) um animal que não interessa a ninguém, num mundo a condizer.

9 de março de 2016

A EVOLUÇÃO NA CONTINUIDADE

De Sousa, todos o sabemos, tem costela do antigamente (não digo do fascismo, que raio, o homem tem hoje o seu dia de glória), é filho de fascista/colonialista e recebeu educação fascista, nunca mexeu uma palha para denunciar o que quer que fosse contra a ditadura antes do 25 de Abril, diz-se até que informava o seu mentor (Marcelo Caetano) sobre colegas de faculdade acerca de movimentações e reuniões anti-regime, enfim, verdade ou mentira nunca o esclareceu.
De Sousa, tudo fará para a formação a médio-prazo do bloco-central (PS/PSD), não certamente com os actuais protagonistas, principalmente com Passos, personagem que De Sousa não gosta nem um bocadinho, e Costa, muito à esquerda para os gostos do novo PR.
De Sousa, como só ele sabe, manobrará as marionetas para, dentro de pouco tempo, poder juntar a direita do PS (Seguro por ex.) e os moderados do PSD (Rui Rio por ex.), o CDS ficará definitivamente de fora desta matemática marcelista.
Esta é a minha opinião, acho que De Sousa não vai ser nada daquilo que agora aparenta, nunca teve poder, agora deram-lho e logo o mais alto cargo da nação. 
Continuamos a ser uns tótós, vemos uma gaja boa e perdemos a cabeça, ou seja, vemos um gajo bem-falante, simpático e desempoeirado (QB), e ficamos pelo beicinho. Enfim, uma larga fatia ( o homem é PR porque votaram nele) dos meus concidadãos são mesmo burros.

6 de janeiro de 2016

ENTRETANTO......


O mundo (dito) civilizado, vai assistindo impávido e (sempre) sereno ao genocídio de inocentes. É este mundo (Europa vs UE principalmente) de memória curta, que alberga nos vários governos autênticos assassinos a fazer lembrar outros tempos não muito distantes. Eu sei, eu bem sei que estes governantes, colados ao monstro do desprezo pela vida humana, estão mais interessados na flutuação das bolsas, nos mercados de capitais, nas promessas de leite e mel. Enquanto isso, vamos assistindo à barbárie.

31 de dezembro de 2015

BOM ANO



Perguntam-me: 
Quais os meus desejos para 2016......

ACABAR COM ISTO
Desejo-vos um ano de 2016 melhor que o seu antecedente.

28 de dezembro de 2015

A HIPOCRISIA TEM LIMITES

Marcelo (o de Sousa), anda muito indignado por não haver uma equipa de neurocirurgiões ao fim de semana no Hospital de S.José e que causou a morte de um jovem. Diz o De Sousa que sempre, ele e o seu partido defenderam o SNS e exige o apuramento de responsabilidades por tal ter acontecido, blá, blá, blá.
Nunca o dito, nos seus tempos de antena aos domingos e nomeadamente nos últimos quatro anos se indignou tanto, nunca o ouvimos uma palavra CONTRA as políticas de genocídio perpetradas pelos seus correlegionários do PSD/CDS, fazendo recuar o país e os portugueses, ao tempo em que seu pai foi governante.
De Sousa, pode não ter sido deputado (de 1976 a 1981 não existe rasto do homem) aquando da votação do projecto/lei 157-I que deu lugar ao Decreto-Lei 56/79 e que criou o SNS, mas o seu partido votou CONTRA, ao contrário do que agora afirma.
De Sousa tenta branquear a história, reverte-la, manipulá-la até, mas é bom que o povo (nomeadamente os que irão votar Marcelo) saibam a verdade. Marcelo é um Cavaco mais simpático, mas os seus genes facisoides estão lá todos.

22 de dezembro de 2015

BANCA, BANCOS, BANQUEIROS E RESTANTES LADRÕES

Perguntam vocês - o que tem a ver a Ponte Vasco da Gama e/ou o Hospital de Todos-os-Santos com.....
Ora bem, fazendo um pequeno apanhado do dinheiro que nós TODOS já DEMOS à banca (BPN, BPP, BES e BANIF), a soma é astronómica - 19.500 mil milhões de euros (*), fora as alcavalas.
A Ponte Vasco da Gama custou - 900 milhões. (*)
O novo Hospital De-Todos-os-Santos irá custar - 400 milhões. (*)
Como dizia o outro, é só fazer as contas.
Se tiverem uma máquina de calcular à mão, chegarão à seguinte conclusão:
O tal dinheiro que ninguém sabe para onde foi, dava para fazer - 20!!!!!! pontes e 47!!!!! hospitais.
(*) - Retirado do Jornal de Negócios e Diário Económico.

19 de dezembro de 2015

CAMILO, O CAMELO

Se quisesse ser honesto, coisa que não é, e fazendo letra ao título do livro, teria de colocar na capa a fronha de banqueiros e patrões esclavagistas, isto apesar de lá figurarem alguns corruptos. Pode-se não ser comunista, agora colocar Jerónimo de Sousa no mesmo pé de igualdade (quanto aos tais responsáveis) com Sócrates ou Cavaco é de uma insanidade mental a toda a prova e uma total falta de seriedade. Não vou, como é óbvio ler o livro, mas sempre gostaria de saber o que é que o safadão das dúzias diz sobre a "culpa" do dito nas três falências do país. Ao Camilo (camelo) e para a coisa ficar mais completa e como agora se diz, contextualizada, podia inserir no rol dos "culpados", o D. Afonso Henriques, o D. Sebastião, ou até o Salgueiro Maia e o Otelo, ou mesmo a minha pessoa, pois sempre lutei para acabar com filhos de puta destes e não o consegui (ainda).