a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

9 de janeiro de 2006

ALEGRE, GERÓNIMO E CUNHAL


Bem, essa do Jerónimo ficar lixado do Alegre ter ido ao Forte de Peniche não lembrava a ninguém. Claro que o eleitorado do Alegre, é, também o do Jerónimo. A diferença entre a ideia de um (Alegre) e a zanga do outro (Jerónimo) é que enquanto Alegre faz o que lhe dá na real gana, Gerónimo tem de se limitar às directrizes do partido.
Mas lá que foi de mestre, lá isso foi.

1 comentário: