a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

23 de janeiro de 2006

PRESIDENCIAIS 2006

O Cavaquismo venceu.
Venceu mas não convenceu, pelo menos a mais de 6 MILHÕES DE PORTUGUESES (69% dos eleitores). Presidente de TODOS os Portugueses???????, como??? se mais de metade do povo não votou nele??? Mas enfim, pelo menos nos próximos cinco anos temos de levar com o tipo.
Quem deve estar a rir de contente é o Sócrates, para ele e o seu governo conservador, a vitória do algravio foi ouro sobre azul.
Gostaria de saber o que é que os barões da direita do PS vão fazer ao Alegre. Vamos esperar pelos próximos capítulos.

6 comentários:

Anónimo disse...

Tanta burrice junta. Será analfabeto ou que? Que é que lhe diz que a abstenção é toda de esquerda? Rico democrata que me saiu. Isso é que é ser democrata? Cresça.

Anónimo disse...

Já agora faça as continhas também de 1996 e 2001. Mas, já agora, coloque a abstenção na direita.

jotadias disse...

Burro é o sr., analfabeto também.
O que eu quis dizer para inteligentes (o que parece o sr. não é) foi o seguinte:

Não ponho em causa a legitimidade e a vitória do Cavaco.

Se somar-mos os votos dos candidatos de esquerda, a abstenção e os votos brancos dá cerca de 6 milhões de Portugueses que não estão com o novo Presidente.
Quem votou à esquerda não está de certeza, quem se absteve não está com nenhum deles, e quem votou em branco também.

Foi isto simplesmente o que quis dizer e nada mais.

Já agora, é altura de o Estado o Governo ou quem quer que seja ter em conta estes números, pois de ano para ano os governos, os presidentes e quem mais se seguirá vão tendo cada vez menos legitimidade. Pois há mais pessoas a não votar de que a votar.

Anónimo disse...

Ora então vamos lá:
Sampaio em 2001 teve 2400000 votos. Se somarmos os votos de Ferreira do Amaral, Brancos e abstenção são 6080000 (dados em www.cne.pt).

Seguindo a lógica da banana que você preconiza, tem que admitir que a vitória do Sampaio tem menos legitimidade que a do Cavaco, pois este teve 2745000 votos. Correcto?

Agora, quanto a mim, há 4 vencedores: Cavaco, Alegre, Jerónimo e Sócrates. É que para as políticas deste último, quem melhor que Cavaco para olhar para o lado?

E desculpe qq coisinha. Sou fã do seu blog desde há muito tempo.

jotadias disse...

Amigo anónimo.

Mais uma vez lhe digo que a legitimidade do Cavaco para ser Presidente é inquestionavel, face à actual lei eleitoral.

Continuo a dizer que deve ser frustrante ser Presidente de pouco mais de 20% do Povo, seja para Cavaco, Sampaio, Soares ou outro qualquer.

O que está mal é a forma não o conteúdo.

Disse-o no post que para as políticas que o governo do Sócrates preconiza o Cavaco é bem melhor que qualquer outro, disso não tenho a menor dúvida.

Aliás diz-se à boca pequena que o apoio do Sócrates a Soares foi mera "obrigação" partidária, como o Alegre tinha grandes hipóteses de ganhar se fosse o candidato oficial do partido, e para ele (Sócrates) a candidatura de Alegre e uma possível vitória era de certeza uma estrondosa derrota para o actual 1º Ministro, como o foi de resto.

Olha amigo, aparece sempre a discussão (saudavel) e a troca de ideias é o que de melhor tem a democracia.

"era escusado a (burrice) vs (analfabeto)" de resto tudo bem.

Anónimo disse...

A burrice e o analfabeto foi só para apimentar um pouco a coisa. Senão a coisa era meio amaricada.

Um abraço amigo