a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

29 de abril de 2006

1º MAIO, CONTINUA VIVO


Apesar de alguns políticos de treta (digo direita) para eles nada dizer esta data, todos aqueles (como eu) que levaram bastonadas e outras sevícias dos guardiões do fascismo de antão e que continuam (infelizmente) activos no Portugal de Abril, vamos apesar de tudo comemorar o dia que nos é dedicado. Os arautos do antigamente andam por aí, a exploração continua, até, talvez, mais activa que nunca, os governantes actuais e os que lhes precederam vergaram-se ao peso do capital e os resultados estão à vista. Que saudades tenho do 1º Maio de 1974.
Maio com meu amigo quem dera já
sempre no mês do trigo se cantará
qu’importa a fúria do mar
que a voz não te esmoreça, vamos lutar
Zeca Afonso

3 comentários:

Caçadora disse...

E este ano, amigo, foste para a rua? Beijão

daalgempaKu disse...

Defender os direitos sociais dos trabalhadores acima de tudo

Dias disse...

Amiga Fernanda, sempre.