a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

24 de abril de 2006

CHERNOBYL, 20 ANOS DEPOIS

Hosted by SuprFile.com

Deveras que fiquei impressionado com a reportagem da Sic (domingo dia 23/4/2006) acerca das crianças (e não só) vítimas da tragédia de Chernobyl. Ainda por cima o único País que se prestou a dar assistência médica aquelas crianças foi (quem mais poderia ser) Cuba. Sim amigos, aquela ilha que sofre à mais de 40 anos um boicote vergonhoso por parte dos USA. Sim amigos, aquela ilha que tem cuidados de saúde para todos (aqui solidariedade não é palavra vã) e para além de ser a melhor do Mundo é de borla para o seu Povo.

Um verdadeiro exemplo para o capitalismo

17 comentários:

Miguel disse...

Ficou registado!

Bom Feriado da Liberdade!

Bjks da Matilde

jotadias disse...

Também para tí Miguel.

25 de Abril sempre....

mariazinha disse...

Gostei muito do teu blog.
É só para dizer que aqui na terrinha é muito dificil virmos a ter uma socidedade mais justa.
o "Portuguezinho" é muito vaidoso
Faltou-nos Lideres sérios e os que havia foram apelidados de comunistas e considerados perigosos.
Já dizia Saramago " não é o ideal comunista que tem que mudar mas sim os Homens"

Paulo Santos disse...

Pena os cuidados de saúde em Cuba serem uma porcaria.
E eu afirmo isto com conhecimento de causa: tive um acidente em Cuba quando estava de férias, fui ao Hospital (hospital???) e fui tratado (devo dizer que os médicos esforçaram-se muito com as condições que tinham).
Quando cheguei (5 semanas depois) fiz testes ao sangue pois o hospital de hospital não tinha nada.

Quanto ao resto, Cuba não deve ser exemplo para coisa nenhuma. E se quiserem posto aqui uma série de coisas que presenciei.

mariazinha disse...

Então é só pra dizer ao Sr Paulo Silva que já encontrou algo que em portugal se passa milhões de vezes se quizer tambem lhe posso dizer várias experiencias que tive no "nosso sistema nacional de saude" e repare que nós vivemos em
" Democracia" e sem embargos
Peço desculpa ao ferroadas mas há certas pessoas que deviam primeiro olhar para o que tem e depois criticarem

Dias disse...

Para o Sr. Paulo Santos

Aquilo que disse no post foi o que foi dado ver a todos (via SIC). Já agora lhe digo que os capitalistas de todo o Mundo (incluindo os do USA) quando necessitam de cuidados de saúde mais complicados (doenças da vista especialmente) Cuba tem os melhores especialistas do Mundo, recorrem à Ilha; claro entre outras.

À Mariazinha o meu obrigado.

Tem razão, continuamos no "cú" da Europa em tudo, menos na incompetência e na corrupção.

Voltem sempre


Voltem sempre

Paulo Santos disse...

De certeza que o meu mundo não é o vosso. Já que lá é que é bom, toca a ir para Cuba. Afinal lá é que é bom.

Democracia? 25 de Abril? Em Cuba há liberdade para tudo.

mariazinha: tem razão. Em Cuba, se criticar o que quer que seja fazem-me um estátua. Lá é que existe a verdadeira democracia.

P.S: sabiam que na entrada de varadero existe um tipo de portagem para os cubanos? e sabem porquê?

P.S.2: Quanto à medicina continuo na minha. Numa coisa têm razão: lá podem-se fazer todo o tipo de intervenções cirúrgicas sem problemas. Ética não é com eles. Além do mais, se repararem eu até elogiei os médicos. O que disse foi que muito eles se esforçaram com as condições que tinham.

P.S.3: Quantoi ao Saramago, esse mandou-se para Espanha e já agradece mais em Espanhol que em Português.

mariazinha disse...

Não fique tão aborrecido!!!

Afinal bem às portas de Lisboa tambem há Guettos ou será que só em cuba é que é mau?
Já foi à Cova da Moura,Serafina,Quinta do Mocho, Quinta da Princesa etc.

Na Madeira tambem existe o Caniçal
não conhece?

E nos Açores conhece Rabo de Peixe?

Pois é se calhar não teve o azar de por lá passar, mas deixe que lhe
diga em Toronto depois de me ter dado uma colica intestinal fui ao hospital e só pude ser atendida mediante a apresentação de um c.credito. Sabe em quanto me ficou
a dita colica quase em 250€. Lá eles são mesmo assim " No money no funny"
Quanto ao Saramago ele é o Maximo e depois deixe o homem viver onde ele quer afinal de contas casou com uma Espanhola, foi pra Espanha fez ele muito bem !

Paulo Santos disse...

Aborrecido, eu?

Felizmente não tenho palas de lado.
Já vi que também é viajada. Coisas do capitalismo, direi eu. Ou então viaja à pala de todos nós. Ou então é uma daquelas pseudo-comunitas (é muito fashion ser de esquerda quando convém). Mas adiante.

Engraçado os bairros que referiu.

Quanto à conta no hospital em Toronto: viajou com seguro? Não? Levou documento do SNS para o estrangeiro?
Já agora, como era o Hospital?
Achou 250 dls muito? Você faz trabalho humanitário? É que me dá ideia que você é uma pessoa que trabalha de borla.
P.S.: Eu também paguei em Cuba (100 doláres americanos, engraçado, não?) mas o seguro cá devolveu-mos.

bla, bla, bla, bla, bla.

Resumindo e concluindo: eu fico na minha e você na sua. Além do mais, a net (caso você não saiba) é coisa de capitalismo.

Paulo Santos disse...

Quanto ao Saramago: quanto mais longe melhor. É intragável e nem de perto se compara com Lobo Antunes, por exemplo.

Não é por ter ganho o Nobel que me convence (lá está, mais um prémio capitalista).

Chupa-Cabras disse...

O meu amigo Paulo Santos não devet ter complexos desse tipo. Então a net é capitalista?! O prémio Nobel é capitalista??!! Então só por o prémio Nobel ser atribuido por suecos, já quer dizer que é capitalista? A Net é capitalista? Por acaso sabe qual é o país do mundo com mais internautas? Para terminar deve estar a fazer confusão, ou então a precisar de ler um pouco mais sobre o assunto. Quem lhe explicou ou onde leu que Comunismo é sinónimo de pobreza, abstinência? Ou seja comunista não pode viajar, não pode ter internet, tem que viver na miséria, debaixo da ponte, pedir esmola, trabalhar numa fábrica e ter os salários em atraso 6 meses, ser preso politico, andar de chinelas e boina à Che Guevara?! O ideal comunista é acabar com os pobres, não com os ricos! A propósito se Cuba é tão mau, o que é que lá foi fazer?!

Paulo Santos disse...

O que fui fazer a Cuba?
Passar férias. A água é maravilhosa, o povo também, comer lagosta em casas particulares às escondidas da polícia é do melhor. Segurança até dizer chega. Ver os Mercedes do governo nas discotecas à noite (garantido). Ver os novos ricos cubanos (também os há - garantido, são a nova coqueluxe da nomenclatura cubana). Um país lindo.

Mas ai de quem ousar discordar.

P.S.: Acho estranho como eles (o PC cubano) se afirma tão liberal e apoiante das minorias e persegue os homossexuais. Estranho.

Já agora, e para concluir, acho piada a forma como são acompanhados os atletas cubanos no estrangeiro. Também tem resposta para isto.

Quanto à pobreza, meu amigo, faça o favor de visitar a Coreia do Norte, para não falar de algumas ex-repúblicas da antiga URSS que sempre foram marginalizadas por Moscovo......

Ou seja, para concluir, prefiro o meu Portugal.

Chupa-Cabras disse...

Também eu prefiro o meu Portugal, mas não a chusma de corruptos, pedófilos e tachistas que o governam. É verdade, muitas, para não dizer todas das ex-repúblicas soviéticas estão muito pior do que anteriormente! Conseguiu constatar isso! E porque será? Qual é o sistema que agora lá vigora? Decerto que não é o comunista... Enfim, palavras para quê, está à vista. Agora estranho o seu comentário em relação ao porquê de ir passar as férias a Cuba. Então se tem muita segurança, Mercedes e lagostas, para si perfeito, mas não consegue encontrar isto num país capitalista? Será preciso fazer tantos kms? Mercedes do governo nas discotecas à noite?! Isso é extraordinário, de certeza que só em Cuba é que acontece! É que cá costumam ir de bicicleta ou a pé e nunca vão às discotecas, cá é mais pesca, sueca e casas de chá... A propósito, já alguma vez pensou em discordar politicamente do seu director ou chefe?... E por falar em novos-ricos, mas que magnifica amostra é este nosso cantinho à beira-mar plantado. 95%da população endividada, mais de metade em situação de falência, o país da Europa onde as desigualdades sociais são mais gritantes, o pior sistema de saúde de toda a U.E., o país que pouco produz e o que produz é por conta dos estrangeiros, nomeadamente espanhóis..., etc, etc, etc. Que paraíso! Só faltam as águas quentes, porque o povo é maravilhoso. O país do faz de conta, do exibicionismo, da pseudo-opulência, em que se vestem camisetes contrafeitas das feiras para passarem por originais, compram-se carros mas não há dinheiro para pagá-los, simplesmente para mostrar ao vizinho que o nosso é melhor que o deles, etc. etc. etc. e depois queremos uma consulta e vamos ao centro de saúde às três da manhã à espera do milagre de conseguir uma, queremos ser operados e esperamos 3 ou 4 anos... E depois a grande maioria deste povo chega a casa, despe-se, toma banho, vai para a mesa e... come bolachas. Minha rica Cuba!!! Para terminar, o meu amigo esteve umas semanitas em Cuba a pastar, num resort feito e pensado para capitalistas. Eu não preciso nada disso que o meu amigo refere para ser feliz, nem lagostas (que para eles são como os tremoços), nem Mercedes, nem 3 ou 4 empregados a servirem-me, nem de gastar 200 ou 300 contos para ir fazer vida de rico fora do país, já que cá provávelmente não consegue. A mim basta-me um imperial e uma sandes de couratos e se possível na tasca mais chunga de Alfama! Junto do povo! Uma coisa lhe garanto, Cuba não conhece. Conhece apenas aquilo que pagou para conhecer.

jotadias disse...

No meio de tudo isto e ao que o post se refere, ainda estou convencido que o sistema de saúde (igual para todos) melhor (ou um dos melhores) do Mundo é o Cubano.
(bendito boicoite)

Sem ofensa, os meus amigos são uns privilegiados, eu a Cuba só fui à do Alentejo, o mais longe que viajei foi a Badojoz comprar caramelos. Nunca tive dinheiro para mandar cantar um cego (o patrão fica com ele todo) e quando lhe peço aumento manda-me cagar. Como eu os "invejo".

Quanto a mim o amigo "chupa-cabras" tem razão, então aquela merda lá na ilha não vale a ponta dum corno e os neo-capitalistas portugas ivadem o sítio que nem abelhas assassinas à procura de mel? o Fidel até se farta de rir com os "nabos" do capital a despejarem dólares e €uros à fartazana.

Ao Paulo Santos, ainda bem que o camarada tem €€€€€ para gastar na ilha do Fidel (ele agradece) mas o amigo tem de se convencer que (como diz a mariazinha) guetos há-os aos molhos debeixo do seu nariz, (essa nos homossexuais) então e por cá? pretos, ciganos, imigrantes de leste, etc.etc., é só perguntar aos neo-nazis portugueses.
Essa da internet ser capitalista, só revela a cabecinha pensante que que afirmou.

Um abraço a todos

Voltem sempre

Paulo Santos disse...

Pois, pois....
O mundo em que vivo, para mim, não é concerteza o mesmo.
Visões diferentes.

Quanto a ter muito €€€€, antes fosse. Mas sempre tenho uns euritos para ir de férias. O truque? Não vivo acima das minhas possibilidades. Créditos? controlados. E não me venham com a história que a culpa do endividamento não é dos próprios. Quem não tem cão caça com gato.

Quanto ao resto. Pontos de vista completamente diferentes. Formas de ver e viver completamente diferentes. Agora uma coisa garanto-vos: se calhar sou tão ou mais comunista que alguns (na prática - a teoria não interessa para nada).

jotadias disse...

Amigo Paulo Santos.

Comunismo nunca houve, aquilo que talvez se queira referir é socialismo.

O comunismo é a etapa última do homem, ou seja o ser humano perfeito (o que é quase impossível com o homem actual)

Aconselho-o a ler Karl Marx, e, depois, tenho a certeza que mudará de ideia.

Essa de viver-mos em Mundos diferentes, cheira-me a descreminação, os pensamentos é que podem ser diferentes e ainda bem.

Volte sempre

Paulo Santos disse...

Karl Marx : teoricamente bom, mas na prática...

Aconselho-o a ler livros sobre comportamentos humanos (ligados à biologa, obviamente).