a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

29 de junho de 2006

RUA COM O RUAS

Qualquer semelhança com o Jardim da Madeira não é coincidência, é verdade. Este Sr. um dos "impolutos" cá do burgo, disse o que disse e agora diz que já não disse. Bem, em que ficamos, se disse (e disse mesmo) é grave, se não disse (o que não é verdade) este Sr. deve ser chamado a quem de direito (será que Portugal tem alguém) e ser responsabilizado pelas suas afirmações. Para dizer baboseiras já nos chega o da Madeira.
Já agora, o do Marco de Canavezes já sumiu, será que vamos ter outro?

5 comentários:

Anónimo disse...

E é só este, onde estão os outros..

Este País, atrazado e terceiro-mundista, dá pra tudo.

Até quando?????????

CORCUNDA disse...

Será que vamos ter outro?! Então já não há para aí tantos? Alguns andam é camuflados! Isto está a precisar é duma grande varredela, quanto antes, antes que fique totalmente de cabeça para baixo. Por algum lado tem que se começar.

Miguel disse...

E ainda por cima é mentiroso!
Disse e agora afirma que não disse!

Em relação ao Via CTT, acho demasiado dinheiro mal gasto para umas simples caixas de email!

Ainda por cima com tantos requisitos para activar um email!

Concordo contigo!
Se ainda fosse Internet acessivel a todos!

Bjks da Matilde

xicoxperto disse...

Correr à pedrada quem tem o dever de fazer cumprir a lei, quando temos "alarves" destes na política, deixa que pensar. Não sei quem é que devia ser corrido à pedrada mas quer-me parecer que, a começar pelo da Madeira, são os políticos que precisam de umas pedradas.

Mariazinha disse...

Ainda hoje li uma artigo onde ele desabafa que ainda há empresas mais endividadas que as autarquías.
O que é que este Sr. pretende?
Será mais dinheirinho para as autarquías? Ou será que quer mais
carcanhol para as pseudo-empresas
criadas para desgovernar as camaras municipais. Quem são os "donos" dessas tais empresas?
Um abraço