a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

18 de abril de 2008

A LUTA CONTINUA


Mais uma demonstração dos trabalhadores contra as políticas deste governo. Não está em causa o número de manifestantes, pois como é hábito, os mesmos divergem consoante as perspectivas. O que conta são as intenções, a união na luta contra a ofensiva do patronato burguês e ultra-conservador, que com o apoio do actual governo, se sentem cada vez mais protegidos. O capitalismo, “pai” de todas as crises prepara-se para anunciar mais cortes nos nossos direitos, temos de, na união e na luta, contrariar tais intenções. Se somos nós que produzimos a riqueza, somos nós que lhes enchemos os bolsos, temos de ser nós, na luta diária a acabar com as desigualdades, com este governo não podemos contar. Ao contrário do que dizem certos políticos (alguns de esquerda!!!!) e aspirantes a tal, a luta de classes continua bem viva.

A luta continua

5 comentários:

Marreta disse...

A luta de classes continua bem viva e, parece-me que agora, mais do que nunca após o 25 de Abril, cada vez mais viva. E a razão é bem conhecida e sentida, nunca o fosso entre os ricos e os pobres foi tão grande depois do 25 de Abril.
Saudações do Marreta.

Savonarola disse...

De acordo. A luta de classes não se abole por decreto, nem nos livros dos estudiosos. O maior interessado em acabar com esta luta é o poder e o patronato.
Um abraço anarquista

anamarta disse...

E HOJE MAIS DO QUE NUNCA TEMOS QUE A MANTER VIVA!
beijo

Mariazinha disse...

A luta não pode morrer!
A crise está a tocar a todos e é impossível fazer crer que se vive bem.
Vamos juntar as nossas vozes e lutar por uma sociedade mais justa.
Um abraço revolucionário e até breve!

Arrebenta disse...

Sobre o que está a acontecer no "As Vicentinas de Braganza", agradecia que nos visitassem, e se pronunciassem, caso vos interesse o nosso novo dilema/problema

http://asvicentinasdebraganza.blogspot.com/2008/04/nota-constitucional.html#links