a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

21 de setembro de 2009

MALAWI, PAÍS ONDE NÃO EXISTEM CRIANÇAS

Image and video hosting by TinyPic
imagem net
.
Cerca de 78 mil crianças a sua maioria com menos de dez anos, trabalham nas plantações de tabaco no Malawi, recebem por dia 12 cêntimos de euro (24 escudos). Dizer também que neste país 55% da população vive abaixo do limiar da pobreza (menos de 1 euros por dia) e 89% dos menores (entre os 4 e os 14 anos) trabalham na agricultura. 

Mas há mais.
As crianças que trabalham nas plantações de tabaco inalam diariamente 54 miligramas de nicotina (equivalente a 50 cigarros), para além da mesma lhes causar fortes dores abdominais, vómitos e diarreia. Trabalhar em plantações deste género implica manusear produtos venenosos tais como pesticidas e fertilizantes, onde o fazem sem qualquer tipo de protecção.

Salientar também que o Malawi é o quinto produtor mundial de tabaco, onde a maioria virá "satisfazer" os consumidores europeus.  
Tudo isto se passa nas "barbas" das autoridades locais sem que as mesmas façam algo para minimizar o problema, pois convivem de braço-dado com as multinacionais que exploram as ditas plantações.

E os governos ditos ocidentais? O que fazem?  NADA
O que dizem ou fazem os "grandes" defensores dos explorados e/ou oprimidos? NADA
Claro, como não é no nosso quintal, "estou-me cagando, os tipos que se amanhem". 
Não meus amigos, estou e estarei sempre ao lado de todos os explorados do mundo, sejam eles quem forem, estejam eles onde estejam.

Tudo isto me repugna, tudo isto me enoja.

1 comentário:

Estafermococus disse...

Ainda esperas que algum governo ocidental faça alguma coisa? Nem por eles fazem.