a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

20 de novembro de 2009

QUE NOS SERVE.....


imagem net

O mal deste país é ter gente com falta de tomates.

Para que nos serve um presidente que quando abre a boca é para soltar baboseira ou bocadinhos de bolo-rei.

Para que no serve um primeiro ministro carregado de suspeitas de corrupção (as quais acredito que sejam verdadeiras) e que passa a vida a dizer o que todos sabemos serem mentiras.

Para que nos servem ministros e afins, que a única coisa que fazem é defender o chefe e só o chefe, estando-se cagando para nós, carregando incompetência até aos cabelos.

Que nos servem deputados que falam falam e nada fazem.

Que nos servem sindicatos que na hora H, acobardam-se, refugiando-se numa suspeita  "legalidade".

Que nos servem partidos políticos que existem apenas para assegurar o tacho a uns poucos e estando-se cagando para nós, apesar de o apregoarem aos quatro ventos.

Que nos servem os serviços públicos vigentes se não funcionam ou funcionam a troco da velha cunha (digo pequena corrupção).

Que nos servem as forças de segurança se quando necessitamos das mesmas não aparecem e quando aparecem já não são precisas.

Que no serve um país onde o Povo perdeu definitivamente a confiança em quem nos governa, para além de já não acreditar na "justiça".

Só nos resta uma de duas saídas:
Ou vamos embora, ou mudamos esta merda.
Eu vou pela segunda hipótese.


5 comentários:

Zorze disse...

Eu tenho os bem grandes. Disseram-me várias vezes.

Abraço,
Zorze

Mariazinha disse...

Neste país falta muita coisa.Uma das príncipais é o respeito pelo proximo,fraternidade,igualdade,palavras que se tornaram banais e às quais ninguem liga.

Beijos

mescalero disse...

Há muita gente que quer mudar as coisas mas não sabe como. O que as assusta é a política, o modo como é praticada (ou talvez ela seja apenas isso e nada mais). Não interessa. O que interessa é que qualquer proposta de transformação social tem de evitar a forma política de lidar com os assuntos e incorporar uma outra forma de relação e prática que passa em parte pelo que a Mariazinha adiantou. Penso que a política se opõe a essa forma de relacionamento directo e horizontal.

Pata Negra disse...

O pessoal não tem falta de tomates, quase todos temos dois. Mesmo as mulheres, só não têm dois se não quiserem! O que acontece é que o pessoal tem tomates de chumbo de modo que, em vez dos utilizar para o que é preciso, passa a vida a queixar-se de dores nas costas ou que tem as mãos frias!
Essa gente nem se combate, bem se ignora, corre-se com eles! Concordo contigo: de nada servem! O nosso comboio não precisa de condutores, ou vai na linha da Mariazinha ou descarrila!
Um abraço maquinista

Pata Negra disse...

É verdade! Assunto: põe o Marreta na linha!