a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

13 de abril de 2010

NEGÓCIOS DE BATINA


A empresa Estradas de Portugal , SA, deu por uma parcela de terreno na Buraca com mil e duzentos metros quadrados, UM MILHÃO E DUZENTOS MIL EUROS ao patriarcado de Lisboa, terreno que faz parte de uma propriedade onde está situado o Instituto de Formação e Apostolado. O valor em causa é bastante superior a um lote idêntico na Av. da Liberdade.

Dizer que o preço da indemnização em causa foi proposto pela igreja e aceite pelo estado sem condições, onde se prova que o direito canónico vale mais que o direito português, pois em casos idênticos é o estado que faz o preço e o cidadão aceita sem condições, aliás segundo a lei vigente, nestes casos a avaliação do terreno é feita por peritos externos ao processo, como diz a Lei nº56/2008, de 4 de Setembro.  

Para além  da empresa Estradas de Portugal agir de forma danosa para  o erário público, somos no fundo todos que pagamos com os nossos impostos os desvarios e a incompetência destes senhores. 

Para além de outras "coisas", o clero também sabe negociar. 

5 comentários:

Karocha disse...

Os números do costume!
É uma tristeza.

Marreta disse...

O lobi e compadrio sempre a funcionarem...

Saudações do Marreta.

Pata Negra disse...

Comentário marreta:
Não vais querer dizer que os patriarcas vão estragar o dinheiro nas putas?! Não, a Igreja é a mãe dos pobres! Já que a EP não tem vocação, nem coração para ajudar os pobres (e eu que o diga – vai aqui passar uma ic à minha porta que anda às curvas a contornar os latifúndios), fá-lo por intermédio das mãos mais generosas!
Um abraço em nome da Santa Madre

Zorze disse...

Ao longo dos séculos, sempre souberam governar-se muito bem.
Claro, sempre em nome de Deus.

Abraço.

Pata Negra disse...

Gostaria que estivesses entre os primeiros: http://www.ipetitions.com/petition/patanegra/