a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

16 de fevereiro de 2012

SOPA DOS POBRES


Começo por dizer ao Mota Soares que tenha vergonha e que se demita, deixe-nos em paz com as suas políticas de caridade salazarentas e fascistas. 
Artigo 53.º
É garantida aos trabalhadores a segurança no emprego, sendo proibidos os despedimentos sem justa causa ou por motivos políticos ou ideológicos.
Artigo 65.º
1. Todos têm direito, para si e para a sua família, a uma habitação de dimensão adequada, em condições de higiene e conforto e que preserve a intimidade pessoal e a privacidade familiar. 
 Bastava este politicozito de carácácá ler estes dois artigos da Constituição da Republica Portuguesa para não vir com aquele ar de quem sabe tudo e é "amigo" dos desfavorecidos.
Os portugueses precisam é de trabalho e não de sopa dos pobres, que dirão lá por fora (é esta gente que está sempre a encher a boca com os sinais que damos para o estrangeiro) quando vêm um ministro (governo) a distribuir 50 MILHÕES de Euros para a sopa dos pobres e descuram ajudas de 5 ou 10 MILHÕES para ajudar empresas em dificuldade e assim salvaguardarem centenas de postos de trabalho. Que políticas são estas.
Ou será que estes gajos estão-nos a preparar para uma "coisa" pior que na Grécia?
Será que já sabem algo que nós não sabemos e só o saberemos quando estivermos num buraco sem saída?
Há uns dias Passos Coelho disse que era uma vergonha termos de andar de mão estendida lá por fora, então e já acha bem mais de metade dos portugueses andarem a fazê-lo diariamente e um seu ministro promover tal coisa? 
Demitam-se, vão-se embora, deixem-nos em paz.

1 comentário:

Pata Negra disse...

Com sopas e noticiários do regime se enganam os tolos.
Um abraço de casa aberta