a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

17 de julho de 2012

MAIS UM CONTENTE POR TER NASCIDO (e ser ministro)

O palhaço (sem ofensa para os profissionais) da imagem veio hoje com pompa e nenhuma circunstância anunciar umas parvoíces (mais umas) para o enorme rol a que nos habituou.

Digo ao gajo o seguinte: Olha pá, toma-os tú e deixa-te de merdas, ou então dá-os aos teus pais e familiares, eu, como idoso pobre, dispenso-os, prefiro morrer devagar mas com dignidade.

Depois vem anunciar a abertura de mais não sei quantas SOPA DOS POBRES, armazéns para velhos sem o mínimo de condições e creches que das mesmas só tem o nome.

Ainda veio dizer que quem recebe  RSI e está em condições de trabalhar, vai fazê-lo 15 horas semanais em autarquias e/ou instituições de solidariedade social. Quer dizer, que os desgraçados que recebem uma esmola do Estado, Estado esse que os desprezou e relegou para a miséria e a fome, vai obrigá-los a trabalhar a troco de uns míseros euros, fomentado assim a exploração de mão-de-obra. 

Esta gente liberal, pró-fascista, capitalista, cruel, desumana, reles, ordinária e sem escrúpulos vem, toda contente e alegre anunciar o aumento de mais desgraçados, necessitados e esfomeados, em vez de anunciar que FINALMENTE ACABOU EM PORTUGAL A SOPA DOS POBRES, O RSI, O DESEMPREGO E A PRECARIEDADE, ACABARAM TAMBÉM AS REFORMAS DE MISÉRIA E OS SALÁRIOS DE FOME. Assim, sim, era um grande ministro e um homem com H grande.     

Esta gente ainda não se convenceu que não queremos caridade, queremos trabalho e dignidade.

Sem comentários: