a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

28 de setembro de 2012

O REGABOFE CAPITALISTA CONTINUA



Há mais de um ano disse AQUI que este governo iria vender/oferecer a pataco tudo o que mexesse (digo) o que o capitalismo quisesse. As minhas piores expectativas estão, infelizmente, a tomar sentido.
 
A banca nacional e não só, personalizada em Fernando Ulrich (BPI), Ricardo Salgado (BES) e Mira Amaral (BIC), afirmaram ontem a propósito da privatização do banco do estado que estão de acordo, uns parcialmente, outro (Mira Amaral) na sua totalidade. 

Só os mais ingénuos não percebam que estão em marcha manobras maquiavélicas de índole ultra-liberal/NOVA ORDEM que envolve várias personagens em todo o mundo e que pretendem o controlo do sistema financeiro, laboral e social a nível global. 

Prevejo que a CGD seja privatizada ainda na actual legislatura, para na próxima, caso os actuais artistas continuem, seguir-se-há o SNS.  As várias tomadas de posição de personagens ligadas a vários sectores (saúde e banca), levam-me a concluir isso. 

Sentimo-nos impotentes para "travar" este autêntico golpe-de-estado?, Talvez dizem alguns, eu continuo a dizer que o actual sistema esclavagista só poderá ser "combatido" por dentro, ou seja, temos de encontrar mecanismos para o apodrecer no seu interior, na sua génese liberal, ultra-capitalista e genocida, nada melhor que começar por um sector que lhe é mais querido, a BANCA. 

Como? É simples, não aceitar/possuir cartões de crédito/débito, fazer os pagamentos em dinheiro vivo. Não fazer nenhum pagamento por transferência bancária e não aceitar o pagamento do salário por esta via, se o tiver, fazer o levantamento do dinheiro. Isto é apenas o começo, outras formas haverá certamente.  

1 comentário:

Anónimo disse...

Nem mais, esse é um dos caminhos a seguir.

João Faria