a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

28 de junho de 2013

TRABALHO SIM, MAS COM DIGNIDADE


Penso que seja a primeira "leva" de muitas que o "ministro" da mota tem para "oferecer" a quem o estado dá uma "esmola" via-RSI.


O RSI é dado a quem não tem nenhum rendimento de qualquer espécie e ao ser criado foi para possibilitar a estas pessoas um mínimo de dignidade. 

Ao OBRIGAR estas pessoas a trabalhar, é como, no tempo mais tenebroso do fascismo, o rico só praticava a caridade se o pedinte lhe fizesse um qualquer servicinho, muitos (os pobres) preferiam passar fome que sujeitarem-se a tal vexame, e perguntavam: se quer que eu trabalhe, dê-me trabalho e não esmola.

Hoje, tal como antigamente, os ricos (leia-se governo) querem o mesmo.

Sou contra qualquer tipo de caridade (diferente de solidariedade), o ser humano não pode ser sujeito a este tipo de humilhação. Estão, retirem o RSI e ponham as pessoas a trabalhar, mas com dignidade, justiça e salários dignos.    

2 comentários:

Zé Marreta disse...

A lógica está invertida. Afinal sempre são precisas pessoas para trabalhar nas autarquias e serviços públicos. E o que é que se faz? Despedem-nos e depois dam-lhes o RSI e obrigam-nos a trabalho escravo.

Saudações do Zé Marreta!

Zé Marreta disse...

A lógica está invertida. Afinal sempre são precisas pessoas para trabalhar nas autarquias e serviços públicos. E o que é que se faz? Despedem-nos e depois dam-lhes o RSI e obrigam-nos a trabalho escravo.

Saudações do Zé Marreta!