a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

3 de fevereiro de 2015

MANUEL LEMOS, O MISERÁVEL MISERICORDIOSO


EM PORTUGAL SÓ PASSA FOME QUEM QUER

Na linha de uma tal Jonet, de vez em quando Portugal lá vai parindo bestas destas, autênticos parasitas que sabem e bem, o que é viver bem sem fazerem um corno, e mais, à custa da miséria alheia.

 O sistema adora-os, faz deles heróis da CARIDADE, do auxílio aos mais necessitados sem nada receberem em troca (sic), e coloca-os no alto das suas cruzes manhosas e fascizantes. 

A frase em causa que o safado deu a um pasquim do burgo, define o nojo de criatura, o ser repugnante que é.

Outra, proferida pela nojenta criatura demonstra bem a real cavalgadura em presença. ENQUANTO HOUVER MISERICÓRDIAS NÃO HAVERÁ FOME EM PORTUGAL.  

Falta apenas a célebre - BEBER VINHO É DAR DE COMER A UM MILHÃO DE PORTUGUESES

Sem comentários: