a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

11 de março de 2015

11 DE MARÇO DE 1975, A REACÇÃO NÃO VENCEU


Esperava-se um golpe contra-revolucionário, o chefe estava encontrado desde 30 de Setembro de 1974, dia em que Spínola (o chefe) renunciou ao cago de PR.
Seguiu-se o período mais belo da revolução, o PREC. Durou até 25 de Novembro de 1975, altura em que a direita vs CIA vs PS (Mário Soares) puseram fim a todas as utopias. Durante oito meses, o POVO, conjuntamente com os militares progressistas, levaram a cabo a verdadeira revolução popular, foi o período da reforma agrária, da nacionalização da banca e seguros, de empresas estratégicas da nossa economia, foi também, o período das grandes transformações culturais, sociais e económicas, onde realmente, o POVO ERA QUEM MAIS ORDENAVA. Tive o privilégio de o viver intensamente.
Foi também o tempo, para que NUNCA se esqueça, do aparecimento do MDLP e ELP, grupos para-militares fascistas, liderados por Spínola, ex. Pides, capitalistas foragidos e financiados em grande parte pela família Espírito Santo, então a "residir" em Espanha.

Sem comentários: