a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

29 de agosto de 2006

QUEM LIGA À LIGA



Não sou grande apoiante do futebol profissional nomeadamente este profissionalismo à Portuguesa. Mas o que nos foi dado observar ( e vai continuar) nestes últimos dias, dá para entender o quanto tenho razão.
Que incompetência, que falta de organização, que desfaçatez de alguns se não todos os dirigentes, que falta de ética, que oportunistas, em suma que grande lata. Sim, que grande lata estes senhores tem em nos virem dizer que o futebol é um espelho de virtudes, quando é uma grande e refogada merda e não serve de exemplo a NADA.
Não estava na hora de estes tipos se irem embora
NÃO SERÁ DOS DIRIGENTES (DESTES DIRIGENTES) O MAL DO FUTEBOL PORTUGUÊS?
Para cúmulo, num destes dias, um jogador Brasileiro dos muitos que chegam aos magotes ao nosso País afirmou: ".... pensava eu que só no Brasil é que aconteciam destas coisas...."
Ainda me criticam de eu afirmar que o cú da Europa é País de terceiro Mundo. Ai isso é que é.

7 comentários:

Anónimo disse...

terceiro mundo és muito optimista, do decimo é que isto é

Miguel disse...

Uma "Ligalhada"!
Só mesmo em Portugal!

Bjks da matilde

Caçadora disse...

Não há mesmo paciencia para esses "barões"! tenho em casa um combatente dos mesmos. Ainda há quem não se conforme, infelizmente podem fazer muito pouco.. Bj

jotadias disse...

Já agora, e se o boss da Fifa (que se está cagando para gente incompetente) dissesse ao
Madail "olha pá ou resolves isso até amanhã ou os vossos Clubes e Selecções vão jogar ao pau com os ursos", aí é que eu queria ver quem os tem (tomates).

Mais uma vez o Portuga a baixar as calças (por incúria e desleixo destes dirigentes de caca) aos senhores da estranja.

Que raio de sina a nossa, porra....

Vão ferroando

Savonarola/JB disse...

Pois é, desde longa data que tenho um parti pris contra o futebol português. Nem sei bem explicar, mas faz-me lembrar os tempos da outra senhora - quando eu ainda era pequeno - em que se vivia sob a trilogia "Fado, Fátima e Futebol". É natural que a malta mais jovem não se recorde desses tempos, mas o que acontecia é que esta trilogia servia muito bem o regime fascista (que esteve implantado em Portugal durante 48 anos, 48). Porque o que fazia à malta, ao povo, era aliená-lo dos temas mais profundos, nomeadamente da pobreza em que se vivia.

O futebol dos nossos tempos é diferente, claro. Mas não deixo de lhe encontrar algumas semelhanças, todavia. Corrupção, negócios escuros, não lhe faltam. Escusas misturadas com o poder político, também não. E, francamente, não estou a ver que melhore muito nos tempos que estão para vir...

Um abraço

jotadias disse...

Já não há pachorra para aturar estes tipos. Toda a gente vê que são uma cambada de sacanas bem vestidos onde, maior parte deles, nem falar sabe. Aliás, o que me parece é que estes senhores a que alguns dão mais importância do que realmente têm, e, passando por cima das nossas inteligências, impávidos e serenos lá continuam a debitar incompetência a rodos, e, depois, quais senhores impunes a tudo, lá vão bebendo uns copos, comendo umas mulas pelos estágios na estranja, à conta no zé ignorante que lhes vai aparando as golpadas.

Amigo savonarola, por alguma razão os "estádios" cada vez têm menos gente. O Povo não é parvo.

Abraço

xicoxperto disse...

Estou em crer que toda esta desorganização é premeditada. Faz-me lembrar os períodos imediatamente a seguir às grandes catástrofes, onde o "salve-se quem puder" é lei. Para esta gente do futebol até convém que haja "bagunça" porque no meio da confusão os oportunista podem saquear à vontade.
Um abraço.