a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

8 de novembro de 2006

NOVA PONTE, O FIASCO

6 comentários:

LUA DE LOBOS disse...

retribuindo a visita ao meu covil, cá estou na zona das ferroadas:) pois é... abençoadas, sabes, eu tenho 63 anos, andei na faculdade nos anos 60, nunca fui presa por sorte, mas sempre disse o que me apeteceu... como agora o digo.
Dantes havia um certo receio mas agora não há... mas podes crer que ter a liberdade de falar não adiantou nada!!!!!!!!!!!! O número de paçhaços aumentou em número e em especie!!!
O meu maior respeito pelos palhaços verdadeiros.
xi
maria de são pedro

jotadias disse...

Olha Maria, em relação à idade não ando muito longe da tua.
Relativamente aos "bons" tempos de faculdade tive foi um pouco!!!! mais de azar, pois (influências paternas) levaram-me várias vezes à Antº Maria Cardoso. Fui e continuo a ser um resistente, luto até quando chegar a hora de partir, a lutar contra tudo o que são injustiças.
Vai aparecendo

LUA DE LOBOS disse...

ehehehe
tenho um amigo virtual de um blog(Charquinho)
que me chama a Maria das Causas e outros chamam-me Dona Quixota... não consigo ficar quieta nem calada quando há coisas a virarem-me o estomago!!!!
tenho-me lixado sempre mas ao menos durmo repimpada, sem pesos na consciencia::))
nunca precisei de prozac para ter momentos de feliv«cidade e quando estou infeliz, olho para cima, para o lado ou para o reio que me parta e encontro algo que me regala a lma, nem que seja uma lagartinha a ondular folha acima::))

Mariazinha disse...

Lá vem o lobby da construção cívil
como não vendem andares,venham as obras públicas que calham sempre aos mesmos. E o povinho a pagar...
Um abraço.

Miguel disse...

Jota,

O mais importante e prioritário para este pais é mesmo comboios e pontes!

Sabes para quê?
Para os médicos espanhois deslocarem-se mais rapido para cá!

Um abraço da matilde e Cª!

Casper disse...

Nunca ninguém conseguiu pôr a CP a andar a horas, a prestar bons serviços de transporte de passageiros ou mercadorias (que em muito aliviariam as estradas) a fomentar o transporte ferroviário nas linhas ditas normais. Agora, e mais uma vez passando do oito ao oitenta, vamos ter um TGV para VIP's enquanto o povo apodrece nas estações e é assaltada nos comboios.
É Portugal no seu melhor.