a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

13 de fevereiro de 2007

OBVIAMENTE, DEMITO-O

Image and video hosting by TinyPic
Faz hoje 42 anos que os assassinos a soldo de Salazar, mataram Humberto Delgado. Só pelo motivo mais banal (o de se lhe opôr) o carrasco dos Portugueses, aquele, sim aquele a que um "programa" de TV colocou nos "dez mais" mandou matar. A efeméride deveria ser notícia de destaque em todos os orgão de comunicação, não o foi, só alguns a traziam na secção em questão, ou seja meia dúzia de palavras. Meus amigos, eu não me esqueço nem esqueci o passado, milhares de compatriotas nossos sofreram, foram torturados ou morreram às mãos desses canalhas, não o podemos esquecer nunca, para bem da nossa liberdade. Se alguém nos quer fazer esquecer o que foi o terror salazarista, não o podemos permitir. Humberto Delgado, este sim, merecia estar nos dez mais, mas num País onde a memória é curta e o poder do dinheiro sobrepõe o da vergonha, nada ou quase se pode fazer.

2 comentários:

Anónimo disse...

Tens razão ningém ou quase ninguém se lembrou. O pessoal está entretido a ver novelas e a rachar na vida dos outros.

Savonarola disse...

É sempre importante lembrar. O Humberto Delgado foi um dos grandes lutadores contra o fascismo e esta é uma homenagem mais do que merecida. Os media estão empenhados em defender este capitalismo actual e, por isso, trabalham para adormecer as consciências. Vivemos hoje outra espécie de ditadura: a da democracia neoliberal.
Um gand'abraço