a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

4 de julho de 2007

PORTUGAL, PARAÍSO PARA FUTEBOLISTAS

Image and video hosting by TinyPic
Benefícios fiscais a desportistas custaram 12 milhões ao Estado
Os benefícios fiscais a desportistas custaram ao Estado português 12 milhões de euros em 2006, segundo a Conta Geral do Estado, divulgada pela Direcção-Geral do Orçamento.
Estas são as contas relativas ao último ano em que os futebolistas, integrados nestas contas globais relativas aos desportistas, beneficiaram de benefícios especiais, pagando IRS sobre 60 por cento dos seus rendimentos.
No total o Estado deixou de ganhar 910 milhões de euros em benefícios fiscais.
In Site Mais Futebol

INACREDITÁVEL
Vamos ver se consigo perceber
Os senhores do pontapé na bola, coitados, ganham o ordenado mínimo e por isso tem benesses fiscais. Os restantes trabalhadores como têm ordenados superiores têm de pagar os impostos na totalidade. Só pode ser isso….
Pergunto:

Onde está a justiça?
Quem foram as bestas que tal legislação fizeram?
Porquê benefícios fiscais a estes tipos?
Porque têm estes senhores que ganham fortunas pagar menos impostos que eu?
PORQUÊ?????

Eu, dentro da minha ignorância no que respeita ao futebol e outras “modalidades” de cariz profissional, quando li a notícia fiquei aterrado.
Não me venham com a velhinha história que a dita “profissão” é de “desgaste” rápido. Então os mineiros, os fogueiros, etc., claro que estes tem de contribuir até morrer.
Amigos, este sistema não presta. Há que muda-lo.

4 comentários:

pita-cega disse...

Vai ser assim enquanto houver "otários" a pagar para esses ursos. Os doentes que paguem taxas moderadoras e os velhos que trabalhem até à hora da morte.
Um abraço.

ferroadas disse...

Nada tenho contra qualquer tipo de profissão, seja ela qual for. Agora, uns tipos que nada produzem que justifique o que lhes dão, pagam menos impostos que os restantes mortais só porque houve umas bestas que se lembraram de tal, não lembra ao diabo (sem ofensa para este).

Uns palhacitos, estes legisladores.

Um abraço

C Valente disse...

O mal é que a malta quer é bola;
e se viremos bem sabemos quem está nas direcções, concelhos fiscais etc e tal, Politicos, e muitos, como o Zé povinho, come e cála, assim é a triste sina do cidadão comum sem clubite agudae não tem quem o defenda, nem o estado.
Mais uma vez passei e desta não resisti, digo
Saudações

Savonarola disse...

Acho mesmo muito mal, até escandaloso! Só por andar a dar pontapés na bola e valerem milhões? Ultrapassa a compreensão de qualquer simples mortal. Porquê esse estatuto especial?
Estou como tu: acabe-se já com esta vergonha!
Um abraço anarquista