a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

26 de janeiro de 2008

SER ESTRANHO NO SEU PRÓPRIO PAÍS

Image and video hosting by TinyPic
O que está a acontecer na Palestina não é mais do que o fascismo internacional liderado pelos USA’s quererem a todo o custo o genocídio daquele povo.

Privar um povo de sobreviver, de ter a sua casa, o seu quintal, os seus animais, enfim de ter o seu próprio país, que até a água (bem essencial à vida) lhes nega é a meu ver um acto de autêntico terrorismo (isto sim, é terrorismo), tudo isto a mando de um ocupante sem escrúpulos com a conivência dos poderosos e senhores do Mundo.

Há excessos de parte a parte, mas meus amigos o que se pede a um povo que é escravo no seu próprio país?
Que não pode circular livremente pelo mesmo?
Que está sujeito a que um qualquer míssil lhe entre pela janela dentro.
Que é preso sem culpa formada, encarcerado e condenado sem direito a defesa (onde já ouvi isto?)
Que está dependente do país ocupante de tudo, energia, água, alimentação, trabalho, etc.

Alguém pode viver num país assim?

O meu amigo vivia?

EU NÃO


4 comentários:

Marreta disse...

Tens razão. O problema é que pedras contra canhões não é uma luta igual.
Saudações do Marreta.

Miguel disse...

Eu também não

Mariazinha disse...

Enquanto o grande patrão mundial
ditar quais são os países amigos
e os inimigos não haverá paz.
Os fazedores de guerras não olham às pessoas mas sim aos proventos que a grande industria do armamento
gera.
Um abraço

Watchdog disse...

Eu acho que tudo tem a ver é com o fundamentalismo religioso...

1 Abraço companheiro!