a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

1 de abril de 2008

O 25 DE ABRIL VOLTOU

Assim está bem.

Reunidos de emergência esta madrugada, o governo e restantes órgãos de soberania e depois de avaliarem a situação REAL do País, decidiram o seguinte:

1 – Passar o salário mínimo nacional para 900 €/mês
2- Pensões mínimas do regime geral para 600 €/mês
3- Ensino gratuito para todos
4- Cuidados de saúde gratuitos
5- Transportes escolares gratuitos abrangendo todo o País
6 – Refeições nas cantinas escolares gratuitas
7- Imposto especial para as grandes fortunas
8- Trabalho garantido para todos
9- Banca e Seguradoras passam a pagar IRC como qualquer empresa
10- Terminar com as benesses (carro c/ motorista, reformas vitalícias antes da idade, cartões de crédito, etc.) a políticos, assim como a directores, administradores, etc., de empresas públicas ou equiparadas.
11- Acabar com o offshore da Madeira
12- Nacionalização das empresas chave da economia.
13- Rever todos os tratados com a UE, USA e outros países de natureza capitalista.
14- Deter e prender todos os corruptos, pedófilos, vigaristas e trafulhas.
15- Tornar Portugal um país livre de capitalistas e neo-fascistas.
16- Voltar a incrementar na sociedade portuguesa o espírito do 25 de Abril.
17- Seguir-se-á até final do presente ano, outras medidas em defesa dos direitos do Povo que de alguma forma lhes foram retirados.

Estas medidas entram imediatamente em vigor.


Lisboa 1 de Abril de 2008

O 1º Ministro
José Sócrates

O Presidente da República
Cavaco Silva

4 comentários:

Laurentina disse...

Tu querias lulas...
Mas eles não estão para ai virados.
Respondo já ao que me pedes.

beijão

Marreta disse...

Eh pá, esta é a mentira do século!
Uma mentira maior do que eles dois juntos.
Saudações do Marreta.

Savonarola disse...

Gostei. E logo o Sócrates a assinar... Mas que grande Revolução!
Então, mas isto é o 25 de Abril ou o 1 de Abril?
Saudações anarcas confusas

samuel disse...

De facto a coisa é em grande!... Pena ser só por 24 horas :)))