a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

12 de agosto de 2008

PÃO DE TERRA

Image and video hosting by TinyPic
Sabem o que esta mulher está a fazer?

Bolos de terra para substituir o pão e que serve de base alimentar.

80% dos Haitianos vivem abaixo do limiar da pobreza, sobrevivem com sessenta!!!! Cêntimos por dia.

Com o aumento do preço dos cereais, é impossível fazerem o pão com farinha, assim sendo, juntam terra, margarina, sal e água e desta mistura fazem uma espécie de biscoito que lhes “mata” a fome.

Num país com cerca de 9 milhões de habitantes e com uma esperança de vida que não ultrapassa os 57 anos, o Povo do Haiti vive horas de enorme angustia e sofrimento.

Num mundo carregado de crueldade e ódio, onde o capitalismo selvagem, a intolerância, as desigualdades e a fome imperam, como libertário e amante da igualdade, da fraternidade e da liberdade, quando vejo povos a sofrer devido à incúria, à malvadez, e à hipocrisia dos homens, também sofro, sofremos todos e sinto-me/sentimo-nos “quase” impotentes para alterar o rumo das coisas.

Que mundo é este.

11 comentários:

Ana Camarra disse...

Pronto estamos a chegar ao limite, do pó viemos e para o pó voltamos?!
Impressionante será que a porcaria da globalização não podia servir para ajudar esse povo?
Será que a ONU não considera isso uma calamidade de proporções gigantescas que necessite de intervenção?
Será que os donbos do mundo não tem vergonha de ser amigos de quem (des)governa esse povo?
Tristeza, muita Tristeza...
Revolta ainda maior.
Vontade de continuar a lutar, sempre!

Abraço

CRN disse...

Camarada,
Nem que tenha que tomar viagra.. do natural.

A revolução é hoje!

Zorze disse...

Pequeno País com problemas enormes.
Corrupção brutal.
O problema dos restavek. Crianças abandonadas ou vendidas por suas famílias sem recursos a outras com um pouco mais de condição. São pequenitos escravos de trabalho, abuso sexual em larga escala. E isto ainda é considerado tradição por lá.
Terra do Voodu e da magia caribenha.
A ONU, os USA a UE aonde é que estão? Tão céleres a apontar o dedo a "injustiças". No Haiti ninguém fala. Não têm matérias primas para explorar...

Abraço,
Zorze

Marreta disse...

Este é dos tais países das Caraíbas que nem o turismo o salva, porque nem turismo tem. A vizinha Rep. Dominicana ainda consegue arrecadar dinheiro com os resorts de luxo, dinheiro esse, é claro, que vai parar às mãos de uns poucos que os exploram e, nomeadamente, às grandes cadeias internacionais de hoteis. Mas mesmo assim com a afluência de turistas estrangeiros mesmo os mais necessitados ainda conseguem "sacar" uns dólares ou euros a vender bugigangas e com os empregos que envolvem esse mesmo turismo.
No Haiti a miséria e a corrupção provocadas pela ditadura são generalizadas.
Saudações do Marreta.

Pata Negra disse...

Nas discussões de café, quando todos se apontam o dedo a Cuba, eu costumo calá-los:
Digam-me lá então qual é o país da América Latina que tomais como exemplo a seguir?
E eles calam-se!
É também da América Latina que sugem sinais de que há outros caminhos!...
Viva a América Latina! Vivam os povos que não gostam das receitas dos EUA!
E vivamos nós e todos aqueles que para viverem têm de comer o pão que o diabo amassou!
Um abraço revolucionário

mescalero disse...

este ensaio sobre as causas da pobreza no haiti aponta, antes de mais, para a política, quer interna quer externa.

a ganância e os poderes, as causas de sempre

colonização, ocupação e dominação. trabalho do tipo escravo, corrupção, opressão dos direitos humanos

SENSEI disse...

Quando temos diante de nós estas realidades, ficamos como que possessos ao ler comentários de pessoas que defendem tudo aquilo que provoca essas realidades.

Só me apetece fazer um bom Shiai Kumité sem controlo.

Ouss

Savonarola disse...

Um retrato bem chocante deste mundo desigual em que vivemos. Os países ricos continuam a ignorar a miséria que se vive na maioria dos outros países.
Torna-se necessária a Revolução!

Um abraço anarquista

Paulo Vilmar disse...

Ferroadas!
Nestas horas é vergonhoso sermos humanos! Mas, importante é lutarmos para uqe outro mundo seja possível!
Não nos esqueçamos, que no mundo, 500 milhões de crianças vão dormir com fome e nenhuma delas é cubana...
Abraços!

padeiradealjubarrota disse...

Uma vergonha para todos nós.Uma injustiça em fim.

Chalana disse...

O Zé Colmeia pôs um par de patins no BEs...

Éramos pra estar de férias, mas estes gajos são de mais... Ri-te a bom rir no anti-troll