a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

3 de outubro de 2008

SEM CAMISA SABE MELHOR, DIZ O PAPA

Image and video hosting by TinyPic
O Papa Bento XVI voltou a condenar o recurso a métodos contraceptivos, considerando que o seu uso é “negar a verdade do amor conjugal”.

Num texto distribuído hoje pelo serviço de imprensa da Santa Sé, o Vaticano condena o uso de qualquer método para controlar a natalidade.

A única excepção é a abstinência, mas só como recurso para os casais que atravessam dificuldades graves.
Ver mais AQUI

13 comentários:

Anónimo disse...

Pois...O Sr. papa devia era contribuir com algum do dinheirito do vaticano(que é o Estado mais rico do Mundo) para matar a fome a algumas(milhares) dessas crianças que nasceram porque os pais deram ouvidos à lei que ele proclama. A Igreja devia era ter vergonha e não falar de coisas acerca das quais não tem conhecimento. Para possuirem esse conhecimento a primeira coisa a fazer era permitir o casamento dos padres, que não são capados ao receber os sacramentos.Continuam a ser homens iguais aos restantes mortais, com desejos, fantasias e necessidades.Depois são as poucas vergonhas de que se ouve falar... Tenho dito!!!

Caim disse...

Concordo com o anônimo acima. E, mais, se o Papa tem pênis deste tamanho, também devia contribuir doando seus genes. E tenho dito!

Anónimo disse...

Obrigada Caim. Apenas discordo acerca da doação de genes. Livre-nos Senhor de existir no mundo outros seres com as mesmas caracteristicas deste. Seria o crescimento exponencial da hipocrisia. Um só já chega!!! Doação de genes seria bem vinda se viesse de seres com visão de humanidade e de amor ao próximo, pessoas como Ghandi e Madre Teresa. Como este papa?Seria uma tragédia. Deixemos os genes do dito cujo irem prá cova com ele.

Estafermococus disse...

As ideias do Sr. Papa são uma verdadeira anedota.

Caim disse...

Ops, quis dizer somente dos genes que definem o tamanho do órgão sexual (em menção a montagem feita pelo Ferroadas), o resto dos genes pode congelar e enterrar cem metros abaixo da superfície de uma geleira na Antártida, só para não correr o risco de contaminação.

Pata Negra disse...

Esta na hora de lhe porem o perservativo no nariz!

Um abraço erecto

Ana Camarra disse...

Ferroadas

Só uma mente distorcida, mesquinha, castrada, pode ter uma opinião castradora desse calibre.
Pelo menos esteja caladinho.
Já que não tem vergonha de ser o lider de uma instituição reacionária, cheia de dinheiro e falsas moralidades, tenha no minimo a decência de estar calado.

beijos

duarte disse...

pois é pata negra,ao joão paulo foi necessário por-lhe um no nariz...e desencadear uma data de reações ultra-conservadoras, e outras ultra-liberais pró homem tomar juizo,e moderar o seu discurso...
a este,não sei que lhe faça(não gosto do nome do gaijo:ratzinguer)...cá pra mim foi operado à cabeça e sobraram peças!
numa época em que se pede tolerância
,vem-me este mente-capto com ideias do século passado! devagar devagarinho ainda chegamos (novamente) aos autos da fé!!!

Marreta disse...

Este pacóvio só vê a coisa no aspecto da procriação, esquecendo-se, por exemplo, do maior flagelo dos nossos tempos: a Sida.
Não merece sequer perder tempo com ele.
Saudações do Marreta.

Ludo Rex disse...

Anda senil... Abraço

JB disse...

Esta proibição do uso do preservativo por parte da Igreja Católica é, pura e simplesmente, criminosa!

Abraço revolucionário

aDesenhar disse...

santa hipócrisia
a deste nazi papão
já merece uma caricatura
com um preservativo no nariz
e uma cenoura no C..

Zorze disse...

A religião católica é a principal responsável pela cultura do medo do sexo.
O sexo, o prazer da relação sexual é das coisas mais saudáveis que existem fisicamente.
O Papa não sabe do que fala. Custa-me que ainda lhe dêem ouvidos.
O Papa que vá fazer broches a cavalos.
Eu adoro sexo.
Ele que fale do Banco Ambrosiano e da tolerância que têem com a Opus Dei.

Abraço,
Zorze