a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

10 de julho de 2009

JOSÉ SARAMAGO APOIA ANTÓNIO COSTA

Image and video hosting by TinyPic
“Espero que seja presidente por muitos anos mais. Espero que isso aconteça. Oxalá! Mas é preciso fazer com que isso aconteça. As coisas não acontecem por si mesmas. É preciso fazê-las acontecer”, afirmou José Saramago. “Espero que isso venha a suceder, a tempo de ganhar as eleições e a tempo de continuar o magnífico trabalho que tem vindo ser desenvolvido pelo Município de Lisboa”, acrescentou O escritor e militante comunista falava na Câmara de Lisboa durante a assinatura de um protocolo para a produção de um filme sobre a relação entre José Saramago e Pilar del Rio, com o título provisório de União Ibérica
In-TSF

Ouvir AQUI

O Nobel da literatura José Saramago apoia o candidato socialista António Costa à presidência da Câmara Municipal de Lisboa.

Cada um apoia quem quer, a nossa liberdade “individual” serve para isso mesmo, mas vindo de quem vem, para mais tendo o partido de que é militante um candidato!!!, não deixa de ser estranho.

Ou será esse candidato!!! afinal só isso mesmo?

Se a isto acrescentar a “união” da direita à dita autarquia, é de todo provável e quanto a mim recomendável a união da esquerda. Será por isso que José Saramago o fez ao apoiar António Costa?

Para os lisboetas, mal por mal, antes este que o Santana.

4 comentários:

Mariazinha disse...

Como as coisas estão, já pouco ou nada se pode fazer.
Teria que haver mudanças nas leis e provalvelmente outro 25 de Abril.
Em Portugal de uma maneira ou de outra todos têm "rabos de palha".
Quanto a opção de Saramago vale o que vale.Cada um é livre de apoiar quem quizer, haja liberdade e homens a pensar pela própria cabeça.
Beijokas

chico fininho disse...

O comunista Carlos do Carmo também quer tacho, desculpem, é o mandatário do António Costa há autarquia liboeta. Só falta o Jerónimo.

Aristes disse...

José Saramago apoia candidatura de António Costa a Lisboa
Para Jerónimo de Sousa não há drama.

Pata Negra disse...

A partir de uma certa idade as pessoas devem calar-se, infelizmente não existe nenhum botão para nos desligar. José Saramago, Mário Soares, Herman José, Vital Moreira e o padre da minha terra não o perceberam - perdem por isso! Honra ao Cunhal que se soube retirar em tempo oportuno!
Um abraço (acabo de reparar no comentário do Chico Fininho - Carlos do Carmos?! Outro que devia calar-se!)
Um abraço felizmente a léguas de Lisboa