a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

26 de janeiro de 2011

ASFIXIA DEMOCRÁTICA


 Com a eleição do Sr. Silva no passado domingo temos de começar a pensar em novas formas de luta, já não chegam as descidas da Av. Liberdade ou greves (ditas) gerais que nem sequer o são.  Ninguém tenha dúvidas que assim que o capital financeiro o desejar o Silva dissolve a AR e convoca eleições e todos sabemos quem as vai "ganhar". A velha máxima da direita "um governo, uma maioria, um presidente" perspectiva-se.

Da esquerda do sistema e para nosso descontentamento nada virá de novo, ou seja, vão continuar as divisões e o fala, fala, que diga-se, a nada nos leva, a não ser à continuação desta democracia podre e sem nenhuma perspectiva efectiva para o Povo. 
 
Cabe-nos a nós, Homens e Mulheres deserdados/as do sistema tentar fazer algo, sei que pouco ou nada podemos fazer para alterar este estado de coisas, mas, meus amigos, ficarmos sentados à espera que a mudança nos caia do céu, assim nunca conseguiremos. A nossa luta é feita na fábrica, no emprego, na tertúlia, no bairro, na nossa rua, na colectividade, nos movimentos independentes e Livres, no fundo a luta é onde nós queiramos.

Não deixes que nos asfixiem, luta pelos teus direitos de forma efectiva e frontal, com actos objectivos, nunca desistas de lutar pelo que achas melhor para ti e para todos.

Pelo Poder Popular

2 comentários:

Pata Negra disse...

Modestamente, nas minhas sábias palavras: " a revolução faz-se de porta a porta", não para que o povo venha à rua ou para que proteste mas para que salte, literalmente, para as cadeiras do poder e para as apresentadoras de televisão!
Um abraço mais cavaco, menos cavaco e viva o coelho

Karocha disse...

Pata Negra
O meu rapaz mais velho, devido às suas funções e ao que sabe de informática,foi chamado de urgência à Junta e nada funcionava, não havia pc ou servidor que estivesse a trabalhar, resultado foi para a cama às 23h. com uma dor de cabeça danada e a dizer que vai emigrar!