a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

18 de maio de 2011

PASSOS COELHO E A ESMOLA AO DESEMPREGADO

imagem net

Para o Sr. Coelho o subsídio de desemprego é caridade. Só assim se compreende a sua afirmação de facho quando disse que os desempregados têm obrigação de "dar" 15 horas semanais de borla em trabalho comunitário. Nem o maior dos fascistas portugueses (Salazar) se atreveu a tanto. 
 
Coelho só disse esta alarvidade porque nunca soube, nem provavelmente nunca saberá, o que é estar desempregado, nunca soube o que é o sacrifício, material e moral do desemprego, para mais e na maioria dos casos, de situações de falências fraudulentas, motivadas por este capitalismo selvagem que tudo tritura à sua volta e por seus agentes, pois para estes, somos apenas números, não somos pessoas.

Ao afirmar tamanha  filha-da-putice só demonstra um total desrespeito por cerca de 800 mil portugueses que deram o seu contributo ao país e agora são tratados por esta gente como mercadoria rejeitada.
 
Um novo 25 de Abril é preciso.

2 comentários:

Pata Negra disse...

depois desta do coelho, vem o portas com a de 1 kg de arroz e só falta mesmo, para compor o ramalhete, vir o bispo de Braga dizer que votar nos comunistas é pecado!
Um abraço a caminho

WILSON REZENDE disse...

Este cara é um verdadeiro calhorda.