a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

29 de junho de 2011

PASSOS VS PORTAS (PARTE 2)


Depois de ler o programa de governo, se dúvidas não tinha, fiquei mais esclarecido. Este governo vai-nos lixar a vida. Tal como se previa, tudo o que dá lucro é para privatizar, ou seja, vender a pataco o que nos resta de empresas estratégicas (PT, EDP, REN, TAP e CP-Carga).

CGD, CTT e SNS são a seguir, as taxas e outras despesas serão tão elevadas que levarão os utentes a mudar para    seguros de saúde privados. Já falam até em privatizar os Hospitais públicos e os Centros de Saúde.

A Segurança Social levará o mesmo caminho, a breve trecho, será privatizada também.

Com a máquina de propaganda bem oleada (aprenderam alguma coisa com o Sócrates), vêm com o aumento das pensões mínimas e rurais consoante a taxa de inflação (tretas para incautos), querem voltar ao triste fado do pobrezinho que merece uma esmola, pois coitado também é gente. Entretanto preparam-se para pagar parte de certos subsídios em senhas que servirão para trocar por alimentos e alguns medicamentos, nem Salazar se lembrou de tal coisa, salvo durante a guerra, mas aqui havia escassez dos mesmos.

Entretanto preparam-se para baixar a TSU ao patronato e aumentar o IVA para, dizem eles, "compensar". Todos sabemos que o IVA é um imposto cego, paga de igual forma o rico e o pobre, não tendo aquele problemas em pagar, ao contrário deste, para o qual Cinco Euros é uma fortuna.    

No sector laboral, os Belmiros e não só deste país esfregam as mãos de contentes, nunca, despedir e humilhar quem trabalha foi tão fácil. Salazar deve estar a dar voltas na tumba, dizendo: porque nunca me lembrei de aplicar medidas como as destes gajos. 

E tudo em nome duma crise, para a qual em nada contribuímos. 

Mais do que nunca é necessário firmeza na luta, unidade e coragem.

Sem comentários: