a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

27 de junho de 2012

GASPAR, O GAJO QUE SE ENGANA MUITAS VEZES

Afinal o chefe do governo, sim, quem manda é o Gaspar, enganou-se!!!! nas previsões em relação às receitas do estado para o ano em curso. Pensa ele que nos disse alguma coisa que já não sabia-mos, como quer ele que as receitas subam se cada vez existe menos quem pague, fruto das políticas económicas e sociais desastrosas. Como quer ele aumentar as receitas se as pequenas e médias empresas encerram a um ritmo de cerca de TRINTA por dia, enviando para a miséria centenas de trabalhadores. Como quer ele que as receitas aumentem se o consumo de bens essenciais é cada vez menor, já se vêm pessoas a aproveitar os talos das couves para fazer a sopa, o consumo de carne e peixe caiu a pique, regressa em força a velha conserva de atum (meia lata ao almoço, a outra meia ao jantar), a gandaia (nome dado a quem mexe e remexe nos caixotes do lixo) voltou em força, etc..  Depois do roubo do 13º e 14º meses aos reformados e funcionários públicos, Gaspar prepara-se para aumentar impostos e/ou ir ao bolso do que resta para roubar: o 14º mês dos funcionários do sector privado.  Ou então cortar (ainda) mais na saúde (há hospitais que já não têm materiais básicos para prestar com dignidade os cuidados de saúde), cortar (ainda) mais na educação, eternizar o congelamento de aumentos a reformados e pensionistas. 


Este Gaspar parece-se cada vez mais com um outro que já morreu e que seguiu políticas idênticas, com os resultados que todos conhecemos. 

Sem comentários: