a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

24 de setembro de 2012

O MACEDO CIGARRA

Ao proferir ontem  "....Portugal não pode continuar um país de muitas cigarras e poucas formigas...", este Macedo deve provavelmente estar-se a olhar ao espelho e dizer para os seus botões: " sou um grandíssimo sacana, por muito que queiram vou continuar a ser cigarra, as formigas que trabalhem. 

O seu exemplo e ao contrário daquilo que quereria mostrar, assenta-lhe que nem luva de pelica branca em mão de malandro, ou seja, sim sr. Macedo, estamos fartos de sustentar cigarras nojentas que cantam (roubam) o tempo todo à espera que a formiga escrava lhes sustente as mordomias. 

As cigarras são vocês e não nós. 

Sem comentários: