a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

6 de junho de 2008

O POVO SAÍU À RUA

Image and video hosting by TinyPic
Valeu mais esta manifestação do que mil moções de censura. Desta vez foi o dobro das pessoas, o dobrar de vozes e gargantas, mãos livres que apenas pedem um Portugal mais solidário, fraterno, sem corruptos e com políticas viradas para o povo.

Mas, meus amigos de que servirá esta ou outras que se venham a realizar se as coisas vão continuar na mesma, como dizia ontem numa TV um tipo do PS “realmente 200 mil é muita gente, mas que ganham com isso, o governo não cede a manifestações”, elucidativo.

Para que este tipo de contestação tenha efeito tem de ser continuada, já vimos que estas manifestações, por muito que nos custe, pouco alteram as políticas do governo, para que elas tenham efeito efectivo a luta tem de ser tenaz e persistente, por isso, é minha convicção, uma paralisação geral do país, onde todos os sectores da economia fossem afectados. Era a forma de dar continuidade a estas manifestações. E assim, o poder, o patronato e a burguesia em geral era efectivamente posta em causa e das duas uma, ou mudada as politicas ou ia-se embora.

9 comentários:

Pata Negra disse...

Fossem eles 200 em Praga,em Madrid, na Birmânia ou no Tibete e a notícia teria sido outra. Salazar perseguia as manifestações, Sócrates ignora-as! Eles aprendem, com manifestações pacíficas não vamos lá, também nós temos de aprender!
O abraço 200 001

Savonarola disse...

Enquanto este governo se mantiver surdo às exigências do (pouco) povo que o elegeu, venham daí as manifestações! Os cépticos - que os há por todo o lado, especialmente se estiverem do lado do poder - estão lá para cumprir a tua triste missão vendida: desmoralizar.
Nós estamos aqui para lutar!

Um abraço anarquista

Marreta disse...

Ora, agora é que o Pata Negra falou bem! Isto não vai lá com manifestações pacíficas.
Isto está podre de raíz, e necessita de um movimento amplo, global e unido para lutar contra esta prepotência e arrogância, não com palavras, mas com acções concretas.
Para além disso, já sabes a minha opinião sobre o assunto. Para combater lobis e mafias, é preciso jogarmos no mesmo tabuleiro.
Saudações inconformadas do Marreta.

CRN disse...

http://caparicaredneck.blogspot.com/2008/06/echelon.html

Ana Camarra disse...

Temos de continuar.
Cavaco sofria do mesmo tipo de doença um misto de surdez, autismo e arrogancia e acabou por ouvir ou não?
Todos os Direitos que ainda temos foram conquistados nunca foram dados por altruismo ou consciencia.
É lutar até ao fim, tudo menos parar, como diz a Canção "...ficar parado. Antes o poço da morte que tal sorte!"

Zorze disse...

Parece que vai haver outra e desta vez no Sábado. Assim poderá ir mais gente inconformada com o rumo que o País está a seguir.

Abraço,
Zorze

bivolta disse...

Viram o que fazem os pescadores por essa Europa?

E o que veio o MAI dizer about?

No meu sítio explico e dou pistas.

Paulo Vilmar disse...

Ferroadas!
Os políticos neoliberais frequentaram a mesma escola! Aqui, em meu estado, O chefe da Casa Civil, foi pego numa gravação, oferecendo dinheiro para o Vice governador se calar. A Governadora, fez de conta que era caso isolado e destituiu o chefe da casa civil, não foi aberto nenhuma investigação e "ela" (governadora), faz de conta que nada sabia!
Os estudantes fizeram manifestações durante a madrugada e apanharam da polícia! Temos que aprender, concordo com o pata negra!
Abraços.

quink644 disse...

Proponho-te uma visita ao meu blogue http://porquemedizem.blogspot.com/
penso que vais gostar...
Dá lá um salto, perde um pouco de tempo a ler e depois diz-me alguma coisa...
um abraço
quink644