a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

11 de setembro de 2008

SALVADOR ALLENDE

Image and video hosting by TinyPic



Faz hoje 35 anos que a CIA e os fascistas de Pinochet te assassinaram.

Eras um homem bom, amigo do teu povo, anti-capitalista e anti-imperialista, só por isso te mataram.

Para todos os amantes da liberdade e do socialismo nunca morrerás.

10 comentários:

Ana Camarra disse...

Um homem eleito democráticamente.
Assassinado com o apoio do EUA.
Milhares de pessoas, mortas, desaparecidas e torturadas.
O consentimento do "mundo civilizado".
Pinochet morreu de velho.

è esta gente Ferroadas, sempre os mesmos...

beijocas amigo

Ludo Rex disse...

Allende vive en nuestra memoria!
Subscrevo o que dizes.
Abraço

João Santos disse...

Esta notícia revela bem a vergonha da política externa norte-americana relativamente ao Salvador Allende.

EUA tentaram impedir posse de Allende, diz documento

Bom post e bem lembrado.

A CIA tem as mãos manchadas de sangue por todo o mundo...

Paulo Vilmar disse...

Ferroadas!
Belo post, também já havia lembrado esta data, acho importante não deixarmos passar em branco os dias sombrios, a maioria patrocinafdos pelos EEUU.
Abraços!

Zorze disse...

Existe de facto uma "máquina" de controlo no nosso Planeta.
Essa "máquina" terrível é que tem de ser exposta e destruída.

Abraço,
Zorze

Pata Negra disse...

O Mundo seria diferente se todos aqueles que se revoltaram com o terrorismo de 2001 se tivessem igualmente revoltado em 73.
Em Santiago ou em Nova Iorque, as vítimas são as mesmas e foram as mesmas as razões que as abateram.
Um abraço em Nova Iorque, em Santiago e aqui mesmo.

Coluna disse...

Pois é, camaradas e... cambada! Fui dar um pulinho à "longa marcha BEs" contra a precaridade e ia LEVANDO PORRRADA!

Parece mentira, mas é verdade. Quando comecei a gritar uns impropérios contra o Márocas Soares (inventor dos recibos verdes no ano de 1983) levei uns safanões do guarda-costa do Louçã, por estar a querer "inquinar a unidade da esquerda". A sorte foi que me fiz passar por ingénuo e eles precisavam de figurantes na Praça das Nações. Já no restaurante de Setúbal, pra morfar umas gambas - acreditem! - não faltaram os figurões...

E atenção: começámos por ser dúzia e meia de idiotas com um boneco às costas a "marchar" plo Parque das Nações à beira Tejo e por entre os jardins, mas nem foi mau de todo: apesar do ridículo da cena circense, a brisa corria ligeira. Depois do passeio foi tempo de jantarada e acreditem: por 10 € nunca comi prato principal que chegasse aos calcanhares daquelas entradas de morcela... Huuummmm!!!! A sobremesa já foi pior: O FranCHICO ESPERTO tentou mandar umas piadas no meio do discurso... Serão conselhos dos acessores de imagem? Não sabemos, mas fica o aviso: mantenha o tom de frade jesuita - é mais a sua onda.

De qualquer modo, termino depressa que o tempo é escasso e amanhã temos umas "performances" no jardim do Barreiro logo pelas 10h da matina. Aliás, plo que vi do programa da "longa marcha" BEs contra a precaridade, este e o próximo fim de semana serão passeados entre feiras, mercados e empreendimentos do Bélmiro de Azevedo. Porquê do Bélmiro de Azevedo? Não sei... talvez por ser fácil, talvez porque o Bélmiro enganou a família Louçã há 30 anos ou talvez porque o Américo Amorim pague saborosas morcelas. Quem souber que o diga e quem está de fora que tire à sorte.

De qualquer modo, conheci o jovem deputado José Soeiro e, sobretudo, conheci as opiniões dos seus "camaradas".... mas amanhã conto mais!

poesianopopular disse...

Os EU já só enganam, quem quer ou gosta de ser enganado1
As provas são mais que muitas, que denunciam as suas intensões imperialistas, a melhor forma de lhes responder, é a forma Hugo Chavez.
Abraço

ferroadas disse...

Aí está leiam, visitem e divulguem o novo espaço de liberdade e cidadania.

http://revolucionaria.wordpress.com

Savonarola disse...

Allende, sempre vivo na memória dos verdadeiros socialistas, de todos os homens e mulheres assumidamente de esquerda. Como eu!

Um abraço anarquista