a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista

8 de junho de 2012

DINHEIRO DEMOLIDO

 A imagem ilustra o que deveria ser a piscina olímpica da Cidade da Maia. Neste preciso momento a mesma está a ser demolida. Mais uma obra faraónica que tinha um custo inicial  de 30 MILHÕES de Euros (provavelmente iria derrapar para o dobro ou mesmo o triplo),  foram ali gastos até à sua suspensão em 2003 cerca de 8 MILHÕES de Euros.

Ou seja, neste momento e até finais de Julho/2012, OITO MILHÕES de euros vão ser atirados ao lixo. 

Era e/ou é assim que os sucessivos governantes tratam do dinheiro de todos nós. Todos sabemos que nunca vão ser encontrados responsáveis, aliás, como noutras "obras" idênticas, a irresponsabilidade de poder local  vs poder central é gritante, sempre com o intuito de favorecer os lobys do betão e suas clientelas partidárias, em detrimento dos superiores interesses do Povo. 

Outros locais há em que situações idênticas aconteceram, ou, pior, construíram-se piscinas e outros equipamentos desportivos que estão actualmente literalmente às moscas por falta de utentes. Outros sítios existem, onde a população clama anos e anos por um simples tanque de aprendizagem e até hoje nem sequer um tijolo lá está. 

Este exemplo serve para ilustrar para onde foi o nosso dinheiro, o dinheiro de todos nós. Outros haverá, destaco o local onde existe o maior número de campos de futebol relvados por habitante, refiro-me a Santa-Cruz - Ilha da Madeira, onde para uma população de 43 mil habitantes existem 5 (CINCO) campos de futebol relvados com piso sintético, mais um de terra batida, ou seja, um campo relvado por freguesia,  da-se o caricato na freguesia de Gaula (4 mil habitantes) ter um campo de futebol relvado sintético, distanciando apenas 4 (quatro) quilómetros da sede de concelho onde existe um, ou 6 (seis) da localidade de Caniço onde existe outro, claro, o "Zé" paga tudo.

Sem comentários: