a humanidade só será LIVRE, quando o último corrupto for enforcado nas tripas do derradeiro capitalista
a desobediência é a verdadeira base da liberdade, os obedientes são necessariamente escravos

21 de setembro de 2021

AUTÁRQUICAS 2021 E O QUE PODE AÍ VIR

 Serão as próximas eleições autárquicas iguais ou parecidas às anteriores?

Penso que não.

Senão vejamos.

O novo panorama político alterou-se ou está prestes a alterar-se. Se nas grandes urbes as coisas continuarão iguais com uma ou outra alteração de pormenor, é nos pequenos concelhos e freguesias que poderá haver mudanças.

Mas estas eleições irão ser o prenúncio das legislativas de 2023, e porquê?

Até agora, o espectro político à direita e extrema-direita era o CDS que o “comandava”, albergando em si a alta-burguesia urbana e não urbana, deixando de fora muitos saudosos do 24 de Abril, mas sempre aceitaram as regras da constituição e sempre actuaram dentro da legalidade. Actualmente, o CDS está remetido a um gueto de meia-dúzia de miúdos sem ideias plausíveis.       

O PSD é um saco de gatos sempre prontos para arranhar com denodo as diversas lideranças, só estão todos bem quando têm o poder, aliás o mesmo se pode dizer do PS. Mas o PSD actual está totalmente virado do avesso, Rui Rio nunca foi um verdadeiro líder, teve sempre o pescoço no cepo, cometeu entretanto demasiados erros estratégicos que o irão levar ao abandono prematuro e à saída sem honra nem glória.

 Afinal tudo isto tem a ver com o quê? Isto já todos sabemos, dizem vocês. OK. Então passo a explicar.

Como tudo parece (por isso estas eleições vão ser fundamentais) com o PSD e o CDS pelas ruas da amargura, quem vais ascender? Quem vai (ou poderá vir a ser) o grande vencedor que irá açambarcar os escombros daqueles? Já adivinharam – o Chega/Ventura. Se o Chega tiver no todo nacional mais de 496.653 votos (presidenciais Ventura 2021) será uma estrondosa vitória do Chega e o eclipse do CDS e de parte do PSD, apesar deste poder vir a vencer em Coimbra, única grande cidade onde o poderá fazer.

Ou seja, a estratégia de Ventura é óbvia – desmoralizar e desgastar os seus adversários directos e ao mesmo tempo organizar o partido nos distritos e nos concelhos, mobilizando os “descontentes” da direita tradicional e traze-los para o radicalismo militante, os últimos acontecimentos com os negacionistas  anti-vacinas são um exemplo.

Como referi tudo isto acontece ou poderá acontecer por erros estratégicos de palmatória de Rio e Xicão que nunca se conseguiram livrar do nó górdio que Ventura lhes atou.

Vamos aguardar por domingo, talvez me engane na previsão.

2 de setembro de 2021

TUDO NORMAL (2/9/2021)

 2/9/2021

Tudo normal no país que continua a preto e branco

 

A COVID voltou-se a instalar em mais 2.830 indígenas

Entretanto matou mais 9

Nada mau, dizem os políticos e outros “especialistas”, afinal o aumento de activos foi só de 684, são agora (só) 43.957 tugas que estão infectados.

Tudo normal

 

A vacinação vai de vento (digo) seringa em popa, não tarda temos a tal imunidade de grupo seja lá o que isso for. Ou seja, para que nos serve a dita se a malta pelos vistos vai continuar a finar-se.

Tudo normal

 

No futebolês, apesar da nossa selecção não se jogar nada e termos um “treinador” a condizer com as exibições apresentadas, lá se ganhou (à rasca) à Republica da Irlanda que já não ganha um joguito à 14 (catorze meses) meses, é obra. Claro que eles não têm o Ronaldo que, tal como a restante “equipa” não jogou a ponta de um corno, mas pronto, lá se redimiu nos últimos instantes do jogo.

Entretanto, como tinha saudades da Gio forçou o quinto amarelo e não joga o próximo jogo oficial (Azerbaijão), tendo logo luz verde do seleccionador para dar de frosques e assim aproveita para mostrar à companheira a cidade de Manchester.   

Tudo normal

 

A direita política depois do congresso do Costa ainda ficou mais ressabiada, ou seja, se antes já não tinha esperança em “roubar” uma ou outra camara municipal ou junta de freguesia ao PS, depois do dito a coisa ficou ainda mais difícil para Rio. Costa, qual contorcionista e que não dá ponto sem nó, forçou os opositores internos e principalmente externos a falarem na sua sucessão, coisa que só vai acontecer se acontecer em 2023 e não na governação, nomeadamente na inevitável remodelação governamental, assunto para o qual Costa foge como lebre de cão. Claro que aqui a comunicação (dita) social deu uma preciosa ajuda.

Tudo normal

 

À esquerda, o PCP vai preparando a sua festa do Avante e Jerónimo vai dando umas bicadinhas no governo, tentando angariar uns votos para Almada, onde a vitória possivelmente vai acontecer. O BE sem força autárquica, tenta aqui ou ali encontrar forma de eleger mais um ou outro vereador, Lisboa parece ser a única urbe onde pode conseguir mais um.

Tudo normal

 

Os talibans desfilaram em várias cidades do Afeganistão trajados e equipados com material abandonado pela força militar ocupante e empoleirados em viaturas militares norte-americanas. Uma autêntica humilhação para os “donos” do mundo, tal como a tiveram a URSS em 1989. Em meu entender “aquilo” vai continuar a gerar guerras e conflitos, nomeadamente de origem tribal, o Afeganistão vive em guerra desde 1709 com a ascensão dos Pachtuns e só esporadicamente teve períodos de paz total.    

 

Por hoje é tudo, beijinhos e abraços.

 

Jota

 

1 de setembro de 2021

AO SABOR DAS TECLAS (6) OPÇÃO

 

Futebol
Religião
Política
Há mais
Carro
Casa
Férias
Namorada/o !!!!
Café
Cerveja
Vinho
Carne ou peixe
Vestuário
Corte de cabelo
Calçado
Etc.
Usar máscara
Vacinar-se
Etc.


Temos sempre de optar
Por vezes a opção é dolorosa
Depois dizemos – fiz uma má opção
Ou, no caso contrário
Fiz uma boa opção
Ou ainda – nem uma nem outra, não optei e pronto
Mas o tipo que não opta não escolhe, não participa, ou simplesmente ignora
 
A opção não é uma obrigação
A pessoa opta ou não
Por vezes as opções que se nos deparam não concernem a liberdade que se pretende
 
As opções apresentadas não me satisfazem totalmente
Talvez mais opções
E aqui a única solução é:
Sermos a nossa própria opção
Ou então alguém que opte por nós
 
Há também quem experimente duas ou mais opções
A saber:
Praia ou campo
Praia de manhã
Campo à tarde
 
Carne ao almoço
Marisco ao lanche
Peixe ao jantar
De qualquer maneira optamos
 
No sexo as opções são variadas
A coisa boa no sexo é que nunca sabemos as opções a tomar
Elas são tantas que o melhor mesmo é optar por todas
 
Ao contrário do futebol
Temos a nossa opção
E nunca mudamos, o que é uma grande chatice
Já viram o sportinguista optar pelo Benfica
Ou vice-versa
 
Como dizia o outro
Podemos optar por mudar de sexo, religião, partido político, de companheira/o, etc.
Mas optar por outro clube NUNCA
 
A opção está em todas as situações que se nos deparam no dia-a-dia
 
Existe também a opção de não fazer opção nenhuma
Mas esta está guardada para o fim
Da vida
 
Agora vou optar por terminar esta treta de texto
É uma opção que tomei em liberdade

31 de agosto de 2021

AO SABOR DAS TECLAS (5) VARIANTES

 AS VARIANTES

220 milhões de infectados e 4,5 milhões de mortes depois (*)

E ainda não chagamos ao início do meio

Afinal a “gripe” que seria não o foi

Beba desinfectante que isso passa

Olhem que a cloroquina também não é má

Qual quê, álcool-gel ingerido ao almoço é o melhor

Mas atenção

Nada de digestivos

Bebam água, muita água e só água

E não se esqueçam do Paracetamol

(*) Agosto/2021

 

Vacinas para que vos quero

Uma dose, duas doses, três doses (agora) outras se seguirão

Viva a imunidade de grupo (o que será isto?)

Será mais uma treta para enganar incautos?

Afinal o chip não funciona

Ou é do chip que as gajas (vacinas) deixam de surtir efeito ao fim de seis meses

Maldito chip

Dizem que a terceira dose e seguintes já não vêm equipadas com chip

Esgotaram os chips

Água destilada substitui o chip

Mais água destilada para a veia

O bicho nem sabe o que isso é e talvez pense para os seus corninhos

Estes humanos pensam que me enganam

E continua…..

Propus-me liquidar metade da populaça para a outra metade sobreviver

Mal sabem eles que não me conseguem vergar

Encontrarei sempre forma de me rejuvenescer

Vim para ficar

Os meus amigos dos laboratórios agradecem-me todos os dias

Não me posso esquecer dos meus amigos que me têm auxiliado nesta luta, destaco a Malária, mas também o Ébola e o Dengue, estes os mais parecidos comigo, matam que se fartam

Também os Talibans, a Al-Qaeda e afins me têm dado uma ajuda preciosa

Juntos seremos indestrutíveis

Dizem

 

Entretanto

 

Dizem-nos que até ao final do ano morrerão na Europa de Covid mais de 236 mil pessoas

E as vacinas senhores

E a (tal) imunidade de grupo, que é feito dela?

 

Será que isto (Covid e variantes) não tem solução a médio prazo?

Estarão “eles” a enganar tudo e todos?

Não nos querem dizer o que realmente se passa para não se entrar no caos generalizado?

Que seria inevitável

 

Pelo burgo, vacinam, vacinam, testam, testam

Infectados e mortos não param

Agosto de 2021, pior que Agosto de 2000

O que se passa?

Haja futebol e Fátima

O fado fica para depois

Haja dança na rua

Haja relaxo

A malta é relaxada à brava

E irresponsável

O vírus agradece

Temos de morrer um dia (dizem)

Então que seja de papo cheio (dizem)

O viroso só acontece aos outros

Estou vacinado

Sim, afinal para que serve essa treta da vacina

Não é para nos proteger?

Então siga a dança

 

A humanidade está de pantanas

Ninguém se entende

O mundo caminha para o fim, mais depressa que imaginava-mos

Ficarão somente os ricos e poderosos

A máquina substituirá o pobre

O pobre será escravo da máquina

A máquina será manobrada pelos ricos e poderosos

Como sempre o foi

Até que um dia a coisa dê merda

E acaba tudo

Afinal tudo o que nasce morre

Dizem

27 de agosto de 2021

AO SABOR DAS TECLAS (4) O ENTALANÇO

 O ENTALANÇO

Há várias formas de entalanço

Quem nunca entalou um dedo que se acuse

Ninguém?

Claro, já todos entalaram pelo menos uma vez na vida um dedo

Ou mais que um, a mão inteira

 

A humanidade está entalada

Não existe forma de a desentalar

Estamos todos entalados

Uns mais que outros é certo

Mas ninguém escapa ao entalanço


Por exemplo

A forma que Ventura encontrou para entalar o Rio

E os Açores ali tão perto

Mas Ventura quer entala-lo ainda mais

Vai daí, convida-o para se juntar a ele

Para formar uma coligação

“governo de salvação nacional de direita”

Onde, não podiam faltar o defunto CDS e os marialvas do IL

 

E agora o entalanço

Se Rio aceita

A malta mais inteligente que vota PSD dá de frosques

Aleluia PS

 

Se Rio não aceita

A malta menos inteligente que vota PSD dá de frosques

Aleluia Ventura

 

A isto é que pode chamar

Preso por ter cão

E preso por não ter cachorro nenhum

 

Entretanto

Para a entaladela ser menos dolorosa o chegano alterou o programa do “partido”

Já não quer privatizar o SNS e a escola publica

QUEM PODE ACREDITAR

Ninguém no seu perfeito juízo

Como que muda de camisa ou de cuecas

Para a coisa cheirar a merda

O venturez tenta seduzir, qual gajo feio que nem camelo a tentar engatar a Angelina Jolie

 

Claro que nem água do Caramulo

Aquela coisa a quem os fachos chamam partido

Não é nenhum partido é um bando de desgraçados na procura incessante de criar confusão

Como pode um tipo acreditar

Melhor

Como ainda há tipos/as que acreditam

25 de agosto de 2021

AO SABOR DAS TECLAS - 3

 NEGACIONISTAS

- Pessoa que se identifica com o negacionismo, ideologia de quem nega um facto comprovado e documentado ou analisa esse facto partindo de argumentos ou opiniões não fundamentadas em verdades históricas.
- Pessoa que nega ou não aceita como verdadeiros conceitos comprovados cientificamente.
- Indivíduo que nega a veracidade de alguma coisa ou coloca em perspectiva a sua veracidade.
- Que nega ou não aceita uma verdade empírica.
------------------------------------------
Eles estão em todo o lado: classes sociais, credos e ideologias
São assim tipo pulga, não escolhem local para actuar
Ou como a mosca, tanto poisa na merda mais repugnante, como no prato do burguês
O negacionista nega, se lhe for conveniente, a própria mãe
Ou até a família toda, dependendo da ocasião em que o faz
O negacionista tanto nega o holocausto nazi como a terra ser redonda
Ele nega o evidente, nega até a existência, o universo, a vida
O negacionista move-se pela ignorância que lhe está intrínseca
O negacionista é obscuro, obtuso, ignorante e extremamente perigoso
---------------------------------------------------------
A humanidade está de pantanas, o seu tempo útil está chegando ao fim
Já não tem solução
Chegamos ao limite
Daqui para a frente será o descalabro
Miséria, fome, guerras, conflitos étnicos e/ou religiosos

19 de agosto de 2021

AO SABOR DAS TECLAS (2)

 MARCELO

Meus senhores vou ao Brasil

Marcelo vai ao Brasil

Viagem da qual já está habituado

O amigo do banco pagava tudo

Bons tempos

Agora só se for um fim-de-semana

Na Serdenha

Ou na Comporta

 

Brasil

Verão

Praia

Areia fina

Sol

Féria

Samba

Gajas bonitas

Caipirinha

Futebol

E

Bolsonaro

 

Museu de Língua Portuguesa de São Paulo

Malvado incêndio

Quase tudo destruiu

Foi reconstruído

Marcelo foi lá

A viagem foi para isso mesmo

Ir lá

 

Sem antes se encontrar com Lula

Bolsonaro ficou para segundo plano

Não gostou

E lá pensou

Vou f…….. este tuga

Vai ver como eles lhe mordem

 

Marcelo não gosta de Bolsonaro

E vice-versa

Afinal ninguém gosta do mancebo


Último dia

O mancebo oferece um jantar a Marcelo

Daqueles, tipo churrasquinho de tabanca

Onde se contam anedotas picantes

 

Sabe seu Marcelo comprei cachorrinho

Dei-lhe nome de Lula

Sabe por quê?

Quando alguém me visita

Digo logo – pode entrar o Lula tá preso

 

Sem se rir

Marcelo engoliu mais uma garfada de espinafres

 

E continua Bozo

Brasileiro entra em bazar egípcio

Tem papiro

Sim

Vocês gostem dele bem duro né

E cumprido também, responde a vendedora

 

Seu Marcelo

Nunca rebente bolhinha de saco plástico

O ar que está dentro é chinês

E pode trazer o tal corona-vírus

 

Um dia atrasado perguntei a um japonês

Dizem que vocês têm um pénis muito pequenino

Resposta do “malvado”

Eu não ser japonês ser chinês

 

Bozo ria que nem criança com cócegas

Marcelo continuava sério e a pensar:

Tirem-me deste filme

 

Entretanto os espinafres iam ficando murchos

Bozo com aquela cara de parvo que o caracteriza perguntava-lhe:

Então seu Sousa do que gostou mais?

Das piadinhas ou do janterzeco

E se agora para terminar viessem umas garotas de programa

 

Marcelo, empanturrado de estupidez

Nada disse

Aliás, disse mas baixinho

Ó Asdrúbal (um assessor)

A que horas é o avião  

 


TALIBÃS

 

Ingleses invadem
São escorraçados
Russos invadem
São escorraçados
Americanos, canadianos, australianos, OTAN e ingleses (novamente) invadem
São escorraçados
Dizem eles (os invasores) que é em nome da civilização ocidental
Mas esta já teve os seus invasores, que foram escorraçados pelos que agora o foram
Grande confusão
É a humanidade a crescer e aprender
A demokratía (poder do povo) tem inúmeros poderes e povos
Democracia directa
Democracia convencional
Democracia representativa/constitucional
Democracia plebiscitária
Democracia orgânica
Democracia popular
………..
Qual a melhor?
Cada cabeça sua sentença
Qual destas de aplica ao Afeganistão actual
Todas em conjunto
Uma só
Ou nenhuma
Serão os Talibãs uma organização política
Ou antes uma super organização religiosa
Mulheres no Islão
O profeta diz-nos que homens e mulheres são iguais
Mas……
Diz-nos o Corão sobre a An-Nisa (mulher)
Na sua quarta Sura, versículo 34
"Os homens têm autoridade sobre as mulheres, pelo que Alá preferiu alguns a outros, e pelo que despendem de suas riquezas. Então, as íntegras são devotas, custódias da honra, na ausência dos maridos, pelo que Alá as custodiou. E àquelas de quem temeis a desobediência, exortai-as, pois, e abandonai-as no leito, e batei-lhes. Entao, se elas vos obedecem, não busqueis meio de importuná-las. Por certo, Alá é Altissimo, Grande.
Em Sahih al-Bukhari (foi um sábio, filósofo e teólogo muçulmano sunita persa, famoso por seus comentários e recompilações acerca da vida de Maomé) encontra-se, por exemplo, o episódio do encontro de Maomé com um grupo de mulheres:
"Ele passou pelas mulheres e disse: "Ó mulheres! Deem esmolas, que eu vi que a maioria dos habitantes do inferno eram vocês (mulheres)". Elas perguntaram: "Por que é assim, ó apóstolo de Alá?" Ele respondeu: "Vocês amaldiçoam frequentemente e são ingratas com os vossos maridos. Eu não vi ninguém mais deficiente em inteligência e religião do que vocês. Um homem sensato e cauteloso poderia ser desencaminhado por algumas de vós". As mulheres perguntaram: "Ó Apóstolo de Alá! O que é deficiente em nossa inteligência e religião?" Ele disse: "Não é a evidência de duas mulheres igual ao testemunho de um homem?" Elas responderam afirmativamente. Ele disse: "Esta é a deficiência em sua inteligência. Não é verdade que uma mulher não pode rezar nem jejuar durante a sua menstruação?" As mulheres responderam afirmativamente. Ele disse: "Essa é a deficiência em sua religião".
………..
E o que nos diz a Bíblia
Muitas mulheres são lá mencionadas
Leiam SFF
Corão, Bíblia e Torá
Quais as diferenças
Nenhuma, zero, népia
Todos os livros “sagrados” obedecem a um Deus
Ele é o mesmo
Cada fanático interpreta-o consoante os seus interesses
Uns maltratam as mulheres
Outros não
Os restantes assim assim
Uns não comem carne de vaca
Outros carne de porco
Os restantes não comem carne em determinados dias do ano
Outros ainda não recebem sangue de ninguém mesmo que estejam a morrer e necessitem dele
Para uns mulher menstruada é o demónio que Deus/Alá/Jeová enviou
Para os restantes não
Enfim ..........

11 de novembro de 2020

AS NOVAS DITADURAS VS NOVOS DITADORES


O fascismo
É como uma minhoca
Que se infiltra na maçã
Não vem com botas cardadas
Vem em pezinhos de lã
Ainda há quem pense que o que está a acontecer nos USA o que pode acontecer pelo burgo e já aconteceu na Turquia, Hungria, Filipinas, Brasil, Rússia, etc., é fruto do acaso ou como alguns afirmam foi a "falência" da democracia burguesa que o permitiu.
As ditaduras sanguinárias do sec. XX, nada têm a ver com as do sec. XXI. Aquelas, tinham por base o poderio militar e líderes carismáticos que tinham na retórica um dos seus pontos fortes. As do sec. XXI já não necessitam dos militares para nada, têm uma arma mais poderosa - as redes (ditas) sociais. Se a esta poderosa arma juntarmos a retórica e as notícias falsas, então temos pela certa ditadura e ditadores. Se às três acrescentar-mos a ignorância, então está montado um explosivo cocktail, muito mais mortífero que qualquer bomba de atómica.
A eleição e respectiva "presidência" de Trump em 2016 e os 70 milhões de votos agora obtidos, são fruto daquelas quatro coisas que referi - ignorância de quem nele vota, muita retórica, notícias falsas e Twitter. No fundo, dito em duas palavras - alienação das massas. Todos os ditadores a utilizam.
Pelo burgo não chegaremos tão longe pelo menos nos próximos anos, mas para lá caminhamos, não tenho dúvida disso. Os acontecimentos recentes (PSD/Rio vs CHEGA/Ventura) dá-nos a entender que mais cedo ou mais tarde, o envolvimento do fascista Ventura num futuro governo de direita é muito provável. Para mais, com a alienação do CDS em favor do Chega, vai fortalecer este e posicioná-lo em situação de charneira.
Ou então.....
O PS abre os cordões à bolsa ideológica e junta-se à esquerda. Esta, tem de se deixar de rodriguinhos divisórios, esquecer as diferenças e dar corda aos sapatos, se o não fizer, a médio prazo, sujeita-se a ter de passar à clandestinidade, ou coisa parecida.
Nota
Como pode ser Rio tão ingénuo?
Como pode haver tanta gente ignorante no meu país?

7 de abril de 2020

OS POLÍTICOS E O COVID-19

Hoje, vou talvez ser um pouco politicamente correcto (ou não).

Neste período de guerra plena as nações necessitam de dirigentes políticos firmes, correctos, honestos, imunes a lóbis e interesses partidários, sem receio do futuro (nesta guerra o presente é mais importante), credíveis e sobretudo que mostrem coragem nas decisões.

Políticos medíocres, fala-baratos e desonestos, não terão lugar nem nunca deveriam tê-lo.

Os povos, de estarem tão fartos de mediocridade, quando lhes aparece um político que fale verdade (coisa rara), sem receio do que lhe poderá acontecer (politicamente) no futuro, ficam legitimamente de pé-atrás.

Dito isto, Portugal tem um enorme défice de bons políticos, dos que assumem as suas responsabilidades tendo sempre no interesse do Povo as suas prioridades.

Neste momento de perigos vários que o país atravessa e irá atravessar no futuro próximo, precisamos de bons políticos e, sinceramente, não os estou a ver. Mesmo assim e apesar de aqui ou ali denotar alguma demagogia que a partidarite lhe transmitiu, Costa tem gerido a crise de forma satisfatória, falta-lhe a meu ver mais coragem e sentido patriótico para lidar com os tubarões da vida-boa da banca, das grande empresas e principalmente das corporações, minadas que estão de vampiragem que sempre sugaram o nosso sangue.
De 0 a 10, nota - 6

A ministra da saúde tem feito o que pode e sabe, a situação talvez lhe exigisse mais firmeza nas acções e denuncia-se sem medos os lóbis instalados no sector à sua responsabilidade, nomeadamente as máfias nos fornecedores de materiais básicos (máscaras, álcool, gel desinfectante, etc.) e "obrigasse" o responsável (ministro da economia) a actuar de forma firme.
De 0 a 10, nota - 7

Resta o ministro das finanças. Apesar de estar condicionado pelas (más) políticas da UE, têm-se mostrado competente(qb) e assertivo(qb). Não será fácil gerir neste momento a gestão financeira dentro dos condicionalismo impostos de Bruxelas.
De 0 a 10, nota - 5 

Os restantes terão da minha parte notas entre o 0 e o 2. Pois são muito incompetentes.
Em relação a estes, Costa tem de fazer uma de duas coisas:
1 - Ou dá um murro na mesa e obriga os ditos a arrepiar caminho e colocarem-se ao serviço do povo.
2 - Muda de ministros e coloca lá pessoas competentes

Nesta guerra, a incompetência será o nosso grande problema.

Nota
Nesta guerra em que todos somos poucos para a derrotar, não devem a meu ver, caber divisões de natureza partidária e/ou ideológica. A "besta" não escolhe entre direita e esquerda. As "contas", essas, vamos fazê-las depois, se entretanto o houver.



14 de março de 2020

O pós-COVID-19 e os nacionalismos/fascismos


Se no pós-covid-19 (acredito que o haja) os governos (ditos) liberais, melhor, os governos que ainda respeitam a liberdade, não se prepararem para o choque que aí vem, vai ser uma escalada desenfreada dos nacionalismos vs fascismos.

Para tal, basta verificar o que aconteceu no pós-2008, onde à custa de uma crise monetária que colocou o mundo à beira do caos e onde os novos fascismos ressurgiram em força.

Desta vez vai ser pior e porquê.

Os nacionalistas/fascistas vão apontar todas as culpas à globalização, onde, como sabemos, as fronteiras quase não existem, melhor, o controlo sobre as mesmas.

E será neste ponto que eles se concentrarão para levar os incautos e acreditar que a pandemia foi, em grande medida, culpa da incúria dos governos, nomeadamente da EU.

Teremos de ter (talvez) mais receio desta gente que do próprio vírus.

Finalmente é bom lerem este artigo de opinião de Yanis Varoufakis  no jornal “The Guardian”. 




2 de março de 2020

CONTRA O FASCISMO, SEMPRE


Enquanto as esquerdas se vão entretendo a brincar à política, sempre muitos certinhos e anafados, a extrema-direita fascista reorganiza-se e une-se.

Dias 10 e 11 de Março em Lisboa a nata fascista portuguesa reúne-se. Paulo Portas é o cabeça de cartaz. No evento, estarão os contra-revolucionários terroristas do ELP/MDLP - José M. Júdice e Jaime N. Pinto, os pró- fascistas da linha mais modernaça – Poiares Maduro, Francisco R. Santos, Mota Pinto, Miguel Morgado e Nuno Garoupa e os novos fascistas Ventura e J. Cotrim.

Debaixo da capa do autodenominado “Movimento Europa e Liberdade, de J. Marrão” o fascismo luso encontrou neste a forma “legal” de conspirar e promover aquilo a que o sistema apelida de “populismo” mas que na realidade é puro fascismo.

Tudo isto às claras e como não podia deixar de ser, bem promovido pelos órgãos de comunicação (dita) social.

O sentido se oportunidade não podia ser o melhor, depois da “morte” da solução política do governo anterior, cujo final se deveu à linha mais conservadora do PS, a extrema-direita fascista começa assim a botar a cabeça de fora e não se inibe de convidar Ventura.

Com o convite a esta aberração, a esquerda leva mais uma banhada de enganos e equívocos vários. Pensava esta que as palavras de rejeição a Ventura por parte do PSD e do CDS eram para considerar e levar a sério. Puro engano como se verifica.

A esquerda que não abra os olhos a não se una, por este andar não vai demorar muito a ascensão e tomada do poder por esta gente.

Depois, caros camaradas e amigos será tarde.  

20 de fevereiro de 2020

Portugal é um país racista?


Portugal é um país racista? Não
Os portugueses de uma maneira geral são racistas? Não
Mas como diz o outro – que os há, há.

Então que dizer em relação aos vários acontecimentos de cariz racista e não só que têm surgido ultimamente?

A minha opinião é clara – estupidez, ignorância e uma enorme falta de cultura democrática.
O surgimento de organizações que perfilham o ódio e a segregação fazem o resto.

Não é só no futebol que se assiste a manifestações racistas, a mesma é transversal a toda a sociedade, talvez não tanto como em alguns países (com os USA à cabeça) mas o certo é que vão acontecendo, algumas de extrema gravidade.

Dizem-nos que a sociedade portuguesa está a mudar, que os valores do respeito e da tolerância pelo semelhante é coisa do passado (é coisa de velhos), que as novas gerações se estão marimbando para essas coisas, blá, blá, blá. Penso que não, existe de tudo – pessoas boas e más em todos os extractos sociais e em todas as idades, como disse atrás, é tudo uma questão de respeito pelo semelhante.

Considero o racismo uma doença, o racista é uma pessoa desequilibrada mentalmente, que nem sequer nutre respeito para consigo próprio, logo, a necessitar de internamente num qualquer estabelecimento adequado.

Código penal português
Artigo 240.º
Discriminação racial, religiosa ou sexual

1-Quem:
a) Fundar ou constituir organização ou desenvolver actividades de propaganda organizada que incitem à discriminação, ao ódio ou à violência contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, religião, sexo ou orientação sexual, ou que a encorajem; ou
b) Participar na organização ou nas actividades referidas na alínea anterior ou lhes prestar assistência, incluindo o seu financiamento; é punido com pena de prisão de um a oito anos.
2 - Quem, em reunião pública, por escrito destinado a divulgação ou através de qualquer meio de comunicação social ou sistema informático destinado à divulgação:
a) Provocar actos de violência contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, religião, sexo ou orientação sexual; ou
b) Difamar ou injuriar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, religião, sexo ou orientação sexual, nomeadamente através da negação de crimes de guerra ou contra a paz e a humanidade; ou
c) Ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, religião, sexo ou orientação sexual; com a intenção de incitar à discriminação racial, religiosa ou sexual, ou de a encorajar, é punido com pena de prisão de seis meses a cinco anos.

11 de fevereiro de 2020

Quando nos entrarem em casa, já será tarde

Texto transcrito de um vídeo de Mário Machado que vi e ouvi no "Polígrafo", hoje.
"O conselho que dou aos meus queridos amigos que me acompanharam durante quase 25 anos de luta nacionalista é que se se quiserem inscrever no Chega nunca, em caso algum, digam que pertenceram a algum movimento nacionalista ou de extrema-direita. Não têm de o fazer. Pelo menos naqueles que eu liderei não existe prova alguma que vocês façam ou tenham feito parte dessas organizações porque só eu e apenas eu é que posso provar que o indivíduo “a” ou “b” pertenceu à minha organização. E eu nunca o vou fazer. Como nunca o vou fazer, só vós próprios podem pôr a corda ao vosso pescoço.”
Depois avança
"obedeçam a André Ventura, o líder de um partido que considero uma lufada de ar fresco no panorama político português porque incomodado os nossos inimigos”.
Que mais será necessário dizer ao Marcelo, ao Costa, ao Ferro, aos Juízes do Tribunal Constitucional, à polícia secreta, etc., será que só acordam quando esta escumalha nos estiver a entrar casa dentro?
Fui, entre milhares de outros portugueses, dos que sofreram às mãos de Salazar/Caetano, da PIDE, dos legionários e dos bufos.
Sinto-me desiludido com esta "democracia" de merda que permite este tipo de "gente".

Mesmo "velho", lutarei até que a morte me levar para exterminar o fascismo e os fascistas do meu país.

8 de fevereiro de 2020

Inquérito fascista

Os acontecimentos sobre a ascensão dos novos fascismos em Portugal sucedem-se a um ritmo alucinante, às claras, apesar da Constituição da Republica não permitir organizações fascistas. Os mais "liberais" dizem que afinal estamos num país "democrático" onde a liberdade de expressão e associação é livre. Pois, mas foi exactamente em liberdade que os grandes fascismos surgiram, na altura com botas cardadas, fardas castanhas e com balas no bornal, agora surgem nas redes (ditas) sociais, de mansinho e com vestimenta de marca. 

Vejamos a imagem e o texto que a acompanha. A  mesma reproduz (de mansinho) a natureza racista e xenófoba do primeiro partido parlamentar verdadeiramente fascista depois do 25 de Abril. 

Os actuais deputados e governantes deviam sentir-se envergonhados de ter a seu lado gente deste calibre. Alguns (actuais e antigos) tudo fizeram para que estas coisas acontecessem (corrupção, compadrio, incompetência, desleixo, etc.) e escancararam-lhes as portas, se a isto juntar-mos a ignorância e o saudosismo de alguns, as falinhas mansas desta repugnante gente faz o resto. Dizem os tais "liberais" - mas o tipo foi eleito "democraticamente", para ali estar alguém votou nele. Pois, o tipo do bigodinho ridículo também o foi.